PUBLICIDADE

China suspende mais voos por conta da Covid-19; Xangai restringe turismo

14 jan 2022 14h45
ver comentários
Publicidade

A China suspendeu dezenas de voos internacionais, nesta sexta-feira, em meio a um surto global de casos da Ômicron, enquanto a cidade de Xangai impôs limitações às atividades turísticas na tentativa de encerrar as infecções locais contra a Covid-19 com a alta de casos importados da doença. 

Cidades por toda a Chian estão se tornando mais vigilantes contra a Covid-19 antes da temporada de viagens do feriado de Ano Novo Lunar neste mês, e enquanto Pequim se prepara para receber o os Jogos Olímpicos de Inverno, que começam no dia 4 de fevereiro, com vários governos locais exigindo que residentes não deixem a cidade de maneira desnecessária. 

A autoridade cultural e de Turismo de Xangai disse que as agências de viagens e companhias de turismo online precisam novamente suspender a organização de visitas de grupos dentro e fora de Xangai após a cidade registrar cinco novas infecções transmitidas de maneira doméstica na quinta-feira, todas elas relacionadas a pessoas chegadas de fora do país. 

O decreto, que obedece uma recomendação nacional de cortar as atividades turísticas em províncias onde surgiram novas infecções, acontece menos de um mês depois que Xangai suspendeu um outro decreto que havia entrado em vigor em novembro. 

A China cortou drasticamente as chegadas de voos internacionais durante a pandemia, mas o número de viajantes infectados chegando a Xangai, um enorme centro financeiro, nos primeiros dez dias de janeiro, excedeu os números do mês de dezembro inteiro. 

A China reportou transmissões locais da altamente contagiosa variante Ômicron na cidade de Tianjin, no norte do país, e em outras três localidades, mas não disse quantos casos da cepa foram detectadas no total. 

As autoridades, no entanto, alertaram que a Ômicron acrescenta ao risco já alto de transmissão de Covid-19 enquanto mais pessoas voltam à China de fora para o feriado do Ano Novo Lunar. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade