0

China diz que agirá em defesa de seus interesses após Reino Unido banir Huawei em rede 5G

15 jul 2020
08h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A China afirmou nesta quarta-feira que tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar seus interesses, após decisão do Reino Unido de proibir todos os componentes da Huawei Technologies na rede 5G britânica até o final de 2027.

Edifício da Huawei em Reading, no Reino Unido
14/07/2020
REUTERS/Matthew Childs
Edifício da Huawei em Reading, no Reino Unido 14/07/2020 REUTERS/Matthew Childs
Foto: Reuters

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying disse a repórteres que a China se opõe fortemente à decisão britânica, e afirmou que a decisão foi impulsionada pela politização de questões comerciais e tecnológicas, e não pela segurança nacional.

Veja também:

Explosão no Líbano: BBC visita epicentro do desastre no porto de Beirute
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade