0

China anuncia sanções contra políticos dos EUA por uigures

Pequim diz que ação é resposta recíproca a Washington

13 jul 2020
08h05
atualizado às 08h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A China anunciou nesta segunda-feira (13) sanções contra um diplomata e três parlamentares dos Estados Unidos como uma "resposta às ações equivocadas" de Washington. Os afetados são os republicanos Marco Rubio e Ted Cruz, do Senado, e Chris Smith, da Câmara dos Representantes, e o embaixador Sam Brownback.

Protestos contra a situação dos uigures na China são registrados em diversos países do mundo
Protestos contra a situação dos uigures na China são registrados em diversos países do mundo
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Na última quinta-feira (09), os norte-americanos rejeitaram a concessão de vistos para três autoridades chinesas que, supostamente, organizariam a repressão contra a minoria muçulmana que vive em Xinjiang.

"Pedimos que os EUA se abstenham de palavras e ações que interferem e prejudicam os assuntos internos da China", afirmou um dos porta-vozes do Ministério das Relações Exteriores, Hua Chunying.

Os Estados Unidos vêm em uma série ações - tanto do presidente Donald Trump como do Congresso - contra a China. Nessa crise específica, além de negarem os vistos, os norte-americanos chegaram a aprovar uma legislação com sanções contra funcionários do governo chinês por conta de abusos de Pequim contra a minoria.

Os uigures são perseguidos desde 2013, com diversas denúncias de ações feitas tanto por governos nacionais como por entidades de defesa dos direitos humanos.

No entanto, as críticas aumentaram após a criação dos "centros de treinamento profissional" por Pequim. Enquanto o governo chinês afirma que os locais são "centros de reeducação", a comunidade internacional diz que as áreas são palco de "torturas e moléstias" contra pessoas detidas arbitrariamente.

A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que mais de meio milhão de muçulmanos foram detidos nesses centros nos últimos anos.

Veja também:

Debandada impressionante de golfinhos encanta observadores de baleias
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade