0

Chanceler da China diz que a pressão dos EUA sobre Huawei é pura intimidação econômica

22 mai 2019
11h03
atualizado às 11h06
  • separator
  • 0
  • comentários

O principal diplomata do governo chinês, Wang Yi, disse nesta quarta-feira que a pressão dos Estados Unidos sobre as empresas chinesas, como a gigante de tecnologia Huawei, é intimidação econômica e um movimento para tentar impedir o desenvolvimento do país.

Chanceler da China, Wang Yi
13/05/2019
Pavel Golovkin/Pool via REUTERS
Chanceler da China, Wang Yi 13/05/2019 Pavel Golovkin/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

"O uso do poder dos EUA para reprimir as empresas privadas da China, como a Huawei, é uma típica intimidação econômica", disse Wang em um comunicado no site do Ministério das Relações Exteriores da China.

Wang, que é o principal diplomata e membro do governo chinês, também disse em outro comunicado que a porta da China estará sempre aberta aos EUA para negociações comerciais, mas que o país não aceitará acordos desiguais.

As duas maiores economias do mundo escalaram os aumentos tarifários sobre importações de cada uma depois que as negociações para resolver a disputa comercial iniciada por Donald Trump foram interrompidas. A disputa se intensificou desde que Washington colocou a Huawei em lista negra de comércio dos EUA na semana passada.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade