3 eventos ao vivo

Caso de corrupção contra Cristina Kirchner irá a julgamento

Ex-presidente é acusada de lavagem de dinheiro em 'caso Hotesur'

2 mar 2019
15h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner e seus filhos, Maximo e Florencia, serão julgados pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha por usar uma de suas empresas para desviar verba pública.
    A decisão foi tomada pelo juiz federal Julián Ercolini e diz respeito ao "caso Hotesur". Até o momento, a data da audiência ainda não foi definida.
    Este será o segundo julgamento enfrentado por Cristina. O primeiro começa em 21 de maio. A ex-presidente argentina é suspeita de ter favorecido o empresário Lázaro Baez com a concessão de mais de 50 obras públicas no valor de US$1,15 bilhões em Santa Cruz, na Patagônia.
    O caso começou a ser investigado em novembro de 2014 e analisa se a família Kirchner cobrou propina através de aluguel de propriedades. De acordo com a Justiça do país, eles formaram "um complexo esquema societário com a finalidade de recolocar no mercado parte do dinheiro obtido com fraudes envolvendo o Estado".
    Além de Cristina e seus filhos, Víctor Manzanares, ex-contador da família Kirchner, Romina Mercado, sobrinha da ex-presidente, e o próprio Báez, preso desde 2016, estão sendo acusados neste esquema de lavagem de dinheiro envolvendo hotéis da família Kirchner na região da Patagônia.

Caso de corrupção contra Cristina Kirchner irá a julgamento
Caso de corrupção contra Cristina Kirchner irá a julgamento
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Veja também:

China responderá a sanções dos EUA
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade