0

Câmara aprova texto que limita 'poderes de guerra' de Trump

Resolução tem valor simbólico e ainda precisa de aval do Senado

10 jan 2020
09h11
atualizado às 10h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na noite desta quinta-feira (9) uma resolução que limita os "poderes de guerra" do presidente Donald Trump.

Donald Trump durante comício eleitoral em Ohio
Donald Trump durante comício eleitoral em Ohio
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Promovido pela oposição democrata, maioria na casa, o texto impede que o mandatário tome qualquer ação militar contra o Irã sem autorização do Congresso.

A medida foi aprovada com 224 votos a favor, incluindo de três republicanos, e 194 contrários, inclusive de oito democratas. O texto, no entanto, não é vinculativo, ou seja, não obriga o presidente a cumpri-lo.

Além disso, ainda precisa passar pelo Senado, que tem maioria republicana. A Casa Branca definiu a resolução como "ridícula" e afirmou que o presidente "tem o direito de proteger o país e os cidadãos do terrorismo".

O texto é uma reação da oposição à operação militar que matou o general iraniano Qassem Soleimani. Segundo os democratas, o ataque foi imprudente e poderia ter levado os EUA a uma nova guerra.

Veja também:

Bolsonaro viraliza com uso e defesa polêmica da hidroxicloroquina
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade