2 eventos ao vivo

Boris Johnson aprova trem de alta velocidade bilionário

Custo do projeto deverá ultrapassar 100 bilhões de libras

11 fev 2020
18h43
atualizado às 19h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, aprovou nesta terça-feira (11) o controverso projeto de linha ferroviária de alta velocidade HS2, que ligará Londres ao centro e norte do país, apesar do custo bilionário e impacto ambiental. "O governo deu sinal verde à linha ferroviária de alta velocidade", afirmou o premier britânico na Câmara dos Comuns, garantindo que pretende introduzir mudanças para controlar a gestão e os gastos com a iniciativa, cujo custo deve ultrapassar 100 bilhões de libras. Inicialmente, as obras foram avaliadas em 56 bilhões de libras. Para isso, o político explicou que nomeará um ministro para se dedicar inteiramente ao projeto. Johnson confirmou ainda que a primeira fase do trem conectará Londres a Birminghan, no centro da Inglaterra, enquanto que a segunda ramificação para o norte conectará Birminghan a Manchester e Leeds. A expectativa é de que a primeira parte da linha ferroviária fique pronta a partir de 2031 e a segunda seja inaugurada somente em 2040.
    Em resposta à oposição de políticos e ambientalistas, Johnson também anunciou, em paralelo, um plano verde no transporte público, com investimentos imediatos de 5 bilhões de libras destinados à aquisição de 4 mil ônibus de emissão zero em todo o país e à construção de uma rede de ciclovias.

Boris Johnson aprova trem de alta velocidade bilionário
Boris Johnson aprova trem de alta velocidade bilionário
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Veja também:

O momento em que homem daltônico vê cores pela primeira vez com óculos especiais
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade