0

Davos: Bolsonaro diz esperar que governo da Venezuela mude

Presidente brasileiro indicou apoio à saída do líder venezuelano Nicolás Maduro

21 jan 2019
14h41
atualizado às 14h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que espera que o governo da Venezuela mude rapidamente, indicando apoio à saída do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, após uma reeleição não reconhecida pela comunidade internacional.

"A Venezuela está com problemas não é de hoje, esperamos que rapidamente mude o governo da Venezuela", disse Bolsonaro a repórteres em entrevista ao chegar a hotel em Davos, na Suíça, onde participará do Fórum Econômico Mundial.

Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
15/01/2019 REUTERS/Ueslei Marcelino
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto 15/01/2019 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

O Brasil e demais países da América Latina, assim como boa parte da comunidade internacional, não reconhecem o governo de Maduro, que assumiu um segundo mandato de 6 anos em 10 de janeiro, considerando que sua reeleição em maio do ano passado não forneceu garantias para a participação da oposição.

Maduro afirma que seus adversários, apoiados pelos Estados Unidos, tentam derrubá-lo para tirar proveito das riquezas do petróleo venezuelano.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade