PUBLICIDADE

Biden se diz preocupado com mísseis hipersônicos chineses

20 out 2021 20h42
ver comentários
Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quarta-feira que está preocupado com os mísseis hipersônicos chineses, dias depois da divulgação de uma reportagem da mídia de que Pequim havia testado uma arma hipersônica com capacidade nuclear.

20/10/2021
REUTERS/Jonathan Ernst
20/10/2021 REUTERS/Jonathan Ernst
Foto: Reuters

Questionado por repórteres enquanto embarcava no Air Force One para uma viagem à Pensilvânia se estava preocupado com os mísseis hipersônicos chineses, Biden disse: "Sim".

As armas hipersônicas viajam na atmosfera com velocidade mais de cinco vezes a velocidade do som, ou cerca de 6.200 km/h.

O Financial Times informou no fim de semana que a China testou uma arma em agosto que voou pelo espaço e circulou o globo antes de se dirigir a um alvo que errou. O Ministério das Relações Exteriores da China negou a informação.

O teste ocorreu enquanto os Estados Unidos e seus rivais globais aceleram o ritmo para construir armas hipersônicas --a próxima geração de armas que roubam dos adversários o tempo de reação e os mecanismos tradicionais de derrota.

"As armas hipersônicas são uma virada de jogo estratégica com o potencial perigoso de minar fundamentalmente a estabilidade estratégica como a conhecemos", disse o senador Angus King, do Maine, na segunda-feira, acrescentando que "os EUA não podem retardar este desenvolvimento ou permitir pontos cegos enquanto monitoramos o progresso de nossos concorrentes".

A Casa Branca levantou preocupações sobre a tecnologia de mísseis hipersônicos chineses por meio de "canais diplomáticos", disse a porta-voz Jen Psaki a repórteres nesta quarta-feira.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade