PUBLICIDADE

Biden promove políticas para o clima em viagem a Estados afetados por incêndios florestais

13 set 2021 20h36
ver comentários
Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, tocou o alarme do aquecimento global durante uma visita a Idaho, nesta segunda-feira, em sua primeira parada de uma viagem a três Estados do oeste norte-americanos, na qual prometeu apoiar maiores salários para bombeiros e mais recursos para combater incêndios florestais. 

Presidente dos EUA, Joe Biden
13/09/2021
REUTERS/Leah Millis
Presidente dos EUA, Joe Biden 13/09/2021 REUTERS/Leah Millis
Foto: Reuters

A viagem tem o objetivo de ressaltar sua iniciativa para combater o aquecimento global e melhorar a infraestrutura, ao mesmo tempo em que Biden visa ajudar o democrata Gavin Newson a tentar segurar o governo da Califórnia. 

Biden visitou o Centro Nacional Interagências de Bombeiros em Boise, um centro desenvolvido para coordenar recursos no combate a incêndios florestais, e fez um pronunciamento com autoridades locais e estaduais antes de voar para Sacramento, na Califórnia, para ver os danos causados pelo fogo na região.

O presidente disse que a temporada de incêndios nos Estados Unidos está começando mais cedo a cada ano, e que, só neste ano 44 mil incêndios no país consumiram 2,2 milhões de hectares -- uma área aproximadamente do tamanho do estado de Nova Jersey. 

"Graças a Deus, graças a Deus temos vocês", disse Biden aos bombeiros presentes.

O presidente prometeu a ajudar que bombeiros federais ganhem pelo menos um salário de 15 dólares por hora, e disse que está comprometido com o aumento do pagamento de bombeiros que protegem áreas preservadas federais. 

"A realidade é que temos um problema de aquecimento global, um problema sério de aquecimento global", disse Biden, avaliando que os prejuízos econômicos causados por eventos climáticos no ano passado chegaram a 99 bilhões de dólares.

Na semana passada, Biden classificou as mudanças climáticas como uma ameaça existencial em uma viagem a Nova Jersey e Nova York.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade