0

Biden nomeia embaixador veterano para dirigir CIA

William Burns participou de negociações com o Irã

11 jan 2021
12h38
atualizado às 13h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (11) a indicação do embaixador aposentado William Burns para dirigir a Agência Central de Inteligência (CIA) em seu governo.

William Burns atuou como embaixador na Jordânia e na Rússia
William Burns atuou como embaixador na Jordânia e na Rússia
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Burns, 64 anos, atuou no serviço diplomático por três décadas e foi embaixador na Jordânia (1998-2001) e na Rússia (2005-2008).

Além disso, exerceu a função de vice-secretário de Estado entre 2011 e 2014, no governo de Barack Obama, e participou de negociações secretas com o Irã que serviram de base para o acordo nuclear de 2015.

"Estou pedindo ao embaixador Bill Burns que lidere a Agência Central de Inteligência porque ele lidou com muitos dos mais espinhosos desafios que estamos enfrentando", escreveu Biden no Twitter.

Burns se aposentou do serviço diplomático em 2014 e preside o Fundo Carnegie para a Paz Internacional, think tank com sede na capital Washington. Por conta de sua experiência com o Irã, chegou a ser cogitado como secretário de Estado de Biden, função que será exercida por Antony Blinken.

"Ao longo de todos esses anos no governo, desenvolvi um enorme respeito por meus colegas da CIA", disse Burns em um vídeo divulgado pela equipe de transição. O embaixador ainda prometeu fazer seu "melhor" para servir com "honestidade e integridade, sem a menor sombra de partidarismo".

O presidente eleito tomará posse no próximo dia 20 de janeiro, e suas nomeações para o primeiro escalão do governo precisam ser aprovadas pelo Senado.  

Veja também:

Harry revela presente de Natal da rainha Elizabeth a Archie
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade