PUBLICIDADE

Autoridade médica da Inglaterra diz que transmissão de Covid-19 está alta em crianças

22 set 2021 13h09
ver comentários
Publicidade

A principal autoridade médica da Inglaterra, Chris Whitty, disse nesta quarta-feira que atualmente são as crianças que estão induzindo a transmissão de Covid-19, e que sem vacinação quase todas aquelas de 12 a 15 anos se infectarão em algum momento.

Principal autoridade médica da Inglaterra, Chris Whitty
13/09/2021
REUTERS/Hannah McKay/Pool
Principal autoridade médica da Inglaterra, Chris Whitty 13/09/2021 REUTERS/Hannah McKay/Pool
Foto: Reuters

"Certamente há uma transmissão substancial acontecendo nesta faixa etária. De fato, a faixa etária de que estamos falando é aquela na qual a taxa de transmissão mais alta está ocorrendo atualmente, até onde podemos dizer", disse Whitty a parlamentares em uma sessão sobre a decisão de oferecer vacinas contra Covid-19 a crianças de 12 a 15 anos.

Todas as crianças desta faixa etária poderão receber vacinas contra Covid-19 depois que Whitty e seus colegas disseram na semana passada que as crianças se beneficiariam de uma redução na interrupção do ensino.

Whitty disse que a recomendação visou puramente o benefício a crianças de 12 a 15 anos e que não foi decidida por razões políticas ou para o bem de adultos mais vulneráveis.

Ele acrescentou que, embora o programa de vacinação vá causar alguma interrupção nas escolas, esta compensa em vista da interrupção provável causada se crianças contraírem a Covid-19.

"A grande maioria das crianças que atualmente não têm Covid a terá em algum momento", disse.

"Ela não será necessária (vacinação) nos próximos dois ou três meses, mas elas a pegarão mais cedo ou mais tarde porque ela é incrivelmente infecciosa... a vacinação diminuirá este risco".

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade