PUBLICIDADE

Autoridade de segurança russa diz que sanções podem ser justificativa para guerra

30 jun 2022 - 08h34
Ver comentários

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, disse nesta quinta-feira que, em certas circunstâncias, as sanções impostas contra Moscou podem ser vistas como um ato de agressão e uma justificativa para a guerra.

"Gostaria de salientar mais uma vez que, sob certas circunstâncias, tais medidas hostis também podem ser qualificadas como um ato de agressão internacional. E mesmo como um casus belli (justificativa para a guerra)", disse Medvedev, acrescentando que a Rússia tem o direito de se defender.

A Rússia enfrenta uma barragem de sanções econômicas paralisantes dos países ocidentais em resposta à invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro, que ela chama de "operação militar especial".

Medvedev, um ex-presidente russo que já foi visto como liberal, emergiu como um dos mais beligerantes defensores da guerra, fazendo uma série de denúncias mordazes contra o Ocidente.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade