8 eventos ao vivo

Atriz Cynthia Nixon perde primárias democratas em Nova York

O atual governador do estado, Andrew Cuomo, obteve 66% dos votos

14 set 2018
16h18
atualizado às 17h39
  • separator
  • comentários

O atual governador de Nova York, Andrew Cuomo, venceu nesta quinta-feira (13) a atriz do seriado "Sex and the City", Cynthia Nixon, na disputa primária do partido democrata para concorrer ao cargo de governador nas eleições de 6 novembro nos Estados Unidos.

Cynthia Nixon ficou conhecida por interpretar a advogada "Miranda", de "Sex and the City".
Cynthia Nixon ficou conhecida por interpretar a advogada "Miranda", de "Sex and the City".
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Cuomo, de 60 anos, obteve 66% dos votos do partido, contra 34% de Nixon e concorrerá pelo seu terceiro mandato contra o republicano Marc Molinaro e a candidata independente Stephanie Miner. "Obrigado Nova York". Essa foi a única manifestação pública de Cuomo, divulgada em seu perfil no Twitter, no dia da vitória, após a confirmação do resultado. O político não foi à festa pela organizada pelo partido e não justificou a decisão.

Cynthia Nixon, de 52 anos, ficou conhecida por interpretar a advogada "Miranda", no seriado norte-americano "Sex and the City". Ela é apontada como membro da ala liberal do partido e defendeu durante a campanha a liberação do uso recreativo de maconha, a reforma do metrô nova-iorquino, a gratuidade da educação e uma tributação mais pesada para os ricos . Ela, que é casada com uma mulher, também recusou o financiamento privado em sua campanha.

"Esse é um momento incrível para os progressistas, mas não é só um momento, é um movimento", disse, durante a campanha, que teve fortes ataques a Cuomo, acusado de não pertencer à tradição progressista do Partido Democrata no estado. No fim de semana, membros do Partido Democrata ligados à campanha do atual governador enviaram panfletos para milhares de eleitores judeus acusando Cynthia de ser negligente com relação ao antisemitismo, ainda que dois de seus filhos tenham sido criados de acordo com a tradição judaica. Tanto Cuomo como a organização do partido reconheceram que a acusação não procedia, o que motivou um grande esforço do adversário para convencer os membros do partido de que não aprovou a ação.

"Acho que recebi mais votos nas eleições primários que qualquer outro governador na história", disse Cuomo, nesta sexta-feira (14). "Eu sou da tradição mais progressista do Partido Democrata. Meu pai (o ex-governador de Nova York, Mario Cuomo) era progressista quando se chamavam os progressistas de liberais. Os nova-iorquinos fizeram uma declaração em alto e bom som de que eles querem um governador que vai entregar resultados na plataforma liberal, não que apenas apresentem argumentos, usando suas mãos somente para fazer acenos", completou o democrata.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade