PUBLICIDADE

Mundo

Astronautas da Nasa expressam confiança que Starliner, da Boeing, os trará de volta à Terra

10 jul 2024 - 21h38
Compartilhar
Exibir comentários

Os dois primeiros astronautas que voaram na cápsula Starliner, da Boeing, disseram nesta quarta-feira da Estação Espacial Internacional (ISS) que estão confiantes com a capacidade da espaçonave de trazê-los de volta para a Terra quando a empresa e a Nasa resolverem os problemas de propulsores que têm os mantido no espaço por mais tempo que o esperado. 

"Eu tenho um sentimento muito bom no meu coração de que esta nave nos trará de volta, sem problema", disse a astronauta da Nasa Sunita "Suni" Williams durante a primeira entrevista coletiva da tripulação de teste desde a chegada à ISS, mais de um mês atrás. 

Williams e Barry "Butch" Wilmore, dois astronautas veteranos da Nasa e pilotos de teste da Marinha dos Estados Unidos, foram lançados a bordo da nave Starliner da Flórida em 5 de junho e, no dia seguinte, atracaram à ISS, onde, pela programação inicial, passariam cerca de oito dias. 

Vários problemas com o sistema de propulsão do jato Starliner estenderam a missão indefinidamente. Cinco dos 28 propulsores de manobra da espaçonave falharam durante a jornada à estação, uma válvula de propulsor não fechou adequadamente e houve pelo menos cinco vazamentos de hélio, que é usado para pressurizar os propulsores. 

"Estamos absolutamente confiantes", disse Wilmore a repórteres. "Aquele mantra que você ouviu, o fracasso não é uma opção". 

"E é por isso que estamos ficando, porque vamos testar. É isso que fazemos", afirmou Wilmore, reconhecendo que a investigação em andamento da agência espacial dos EUA e da Boeing sobre os testes de propulsores na Terra é fundamental para que eles retornem. 

A atual missão de teste é o último passo da Boeing antes da espaçonave receber certificação da Nasa para voos rotineiros de astronautas, tornando-se a segunda cápsula orbital dos EUA, ao lado da Crew Dragon, da SpaceX, que tem dominado o mercado de voos espaciais tripulados em meio aos atrasos no desenvolvimento da nave Starliner.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade