2 eventos ao vivo

Talibãs sequestram deputada do Parlamento no Afeganistão

14 ago 2013
03h46
atualizado às 03h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Os talibãs sequestraram a deputada do Parlamento afegão Fariba Ahmadi Kakar e, em troca pela libertação da legisladora, pediram a libertação de quatro presos insurgentes, informou nesta quarta-feira uma fonte oficial.

Fariba foi sequestrada há três dias junto aos seus filhos e seu motorista, na província central de Ghazni. Segundo um alto líder governamental, em declarações à agência local "Khaama Press", a deputada foi abordada na estrada que une a capital afegã, Cabul, com a cidade sulina de Kandahar.

De acordo com a fonte, posteriormente, os talibãs libertaram o motorista e os filhos de Fariba - o número exato de pessoas não foi informado -, mas seguiram mantendo a deputada como refém.

Segundo seu perfil no Facebook, Fariba Ahmadi Kakar é uma "professora autodidata" da etnia pashtun, a mesma que os talibãs, e obteve pela primeira vez uma cadeira na câmara Baixa do Parlamento (Wolesi Jirga) em 2005, pela província de Kandahar.

A rodovia que une Cabul com Kandahar é considerada a mais perigosa do país, já que a mesma é palco de inúmeros sequestros e atentados.

O conflito afegão atravessa uma de suas fases mais violentas desde a invasão dos EUA, medida que originou a queda do regime fundamentalista talibã no final de 2001.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade