0

Sobe para 8 o número de mortos por inundações nas Filipinas

20 ago 2013
23h10
atualizado às 23h43
  • separator
  • 0
  • comentários

As autoridades das Filipinas elevaram nesta quarta-feira (data local) para oito o número de mortos por causa das inundações e fortes chuvas provocadas pela tempestade tropical Trami no norte do país.

A maioria dos mortos são fazendeiros das províncias do norte do país, enquanto na capital não foi registrada nenhuma vítima fatal, segundo o Conselho Nacional de Gestão e Prevenção de Desastres.

A água já baixou em muitas das áreas inundadas de Manila, que chegou a estar alagada em mais da metade de seu território, enquanto muitos dos escritórios governamentais e colégios permanecem fechados.

Mais de 200 mil pessoas tiveram que ser transferidas aos centros de evacuação por causa das inundações da capital, declarou o diretor da Cruz Vermelha nas Filipinas, Gwendolyn Peng, ao canal ABS-CBN.

O tráfego aéreo também se viu afetado com o cancelamento de mais de 160 voos domésticos e internacionais do aeroporto de Manila.

Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas até o momento e quatro estão desaparecidas, afirmou o porta-voz do Conselho Nacional de Gestão e Prevenção de Desastres, Reynaldo Balido, que elevou para 600 mil o número de pessoas afetadas em todo o país pelas inundações.

O serviço meteorológico filipino informou que mantém o máximo nível de alerta e prevê que as precipitações continuarão pelo menos até quinta-feira.

A favelização, o acúmulo de lixo nas águas e no esgoto e as más infraestruturas transformam em desastres as chuvas de monção que todos os anos causam várias vítimas nas Filipinas.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade