PUBLICIDADE

Mundo

Apenas 24% dos britânicos acham que país deveria estar fora da UE, mostra pesquisa

12 jun 2024 - 14h30
Compartilhar
Exibir comentários

Apenas um quarto dos britânicos acredita que o país deveria estar fora da União Europeia, de acordo com uma pesquisa publicada nesta quarta-feira, a menor proporção desde a votação de 2016 para deixar o bloco.

Bandeiras do Reino Unidos e da UE do lado de fora do Parlamento em Londres
09/02/2022
REUTERS/Tom Nicholson
Bandeiras do Reino Unidos e da UE do lado de fora do Parlamento em Londres 09/02/2022 REUTERS/Tom Nicholson
Foto: Reuters

O Reino Unido realizará uma eleição nacional em 4 de julho, a primeira desde que o país deixou formalmente a UE em 2020. Apesar de a Europa ser há muito tempo um tema polêmico na política britânica, a questão do Brexit quase não apareceu até agora na campanha eleitoral.

A pesquisa Atitudes Sociais Britânicas, realizada pelo Centro Nacional de Pesquisa Social, constatou que 24% disseram que o Reino Unido deveria estar fora da UE, em comparação com 36% em 2019 e 41% em 2016.

O levantamento também constatou que o impacto do Brexit em questões como a economia e a imigração era considerado mais negativo agora do que em 2019, quando foi realizada a última eleição. A mudança foi particularmente acentuada entre aqueles que votaram em 2016 para o país deixar a UE.

Cerca de 40% dos que votaram a favor da saída acham que a economia está pior como resultado do Brexit, em comparação com 18% que achavam que esse seria o caso em 2019. Quase dois terços agora acreditam que a imigração está mais alta como resultado da saída da UE, em comparação com apenas 5% que anteriormente esperavam que esse seria o caso.

"Em resumo, parece que, para muitos dos que votaram para sair da UE, o Brexit não foi o que eles previram", afirma o relatório, com coautoria do especialista em pesquisas John Curtice.

A pesquisa com 5.578 pessoas, realizada entre 12 de setembro e 31 de outubro do ano passado, também constatou que a confiança do público no governo havia caído a níveis recordes, com 45% "quase nunca" confiando que os governos britânicos colocariam as necessidades da nação acima dos interesses de seu próprio partido político.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade