0

Argentina busca 13 desaparecidos após explosão que matou 10

7 ago 2013
10h10
atualizado às 10h22
  • separator
  • 0
  • comentários

As equipes de resgate prosseguiam nesta quarta-feira buscando pessoas desaparecidas entre os escombros de um prédio da cidade argetina de Rosario destruído por uma explosão causada por um vazamento de gás que deixou 10 mortos e 62 feridos.

"Há dez mortos confirmados porque acabamos de encontrar uma moça entre os escombros. A décima vítima oficial foi confirmada e identificada", informou Miguel Cappiello, ministro da Saúde da província de Santa Fé, onde se situa Rosário. "Ainda temos 13 pessoas desaparecidas. Além disso, são 26 feridos internados, dos 62 feridos no total, três dos quais em estado grave. Entre eles, um menino de três ou quatro anos", acrescentou.

A explosão aconteceu aparentemente por causa de um vazamento de gás no edifício, declarou à imprensa o diretor de Defesa Civil de Rosario, Raúl Reinone. Horas depois da explosão ainda havia gente presa no prédio e gritos eram ouvidos, enquanto as pessoas eram procuradas sob os escombros, informaram os bombeiros.

A Secretaria de Saúde decretou emergência e alterou as operações de todos os profissionais e equipes do setor. A 2 quilômetros ao redor do local a população foi evacuada, incluindo onze escolas, devido à impossibilidade de cortar o fornecimento de gás no edifício.

O conjunto residencial tinha três blocos, um com vista para a rua de dez andares, outro no meio de 9 andares que desabou totalmente e um terceiro atrás também de dez andares. A fachada do prédio caiu com a explosão e da rua é possível ver o interior dos apartamentos e as varandas destruídas, muitos cacos de vidro e escombros espalhados.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade