0

Agentes dos EUA matam norte-americano durante tiroteio em fronteira com o México

4 jun 2019
16h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Agentes de fronteira dos Estados Unidos mataram a tiros um norte-americano de 23 anos que puxou uma arma e começou a atirar enquanto tentava passar com um caminhão por um posto de inspeção na fronteira com o México em San Diego, disse a polícia nesta terça-feira.

FILE PHOTO: The flag of Mexico changes in front of a large U.S. flag in front of the New York Stock Exchange September 4, 2015.  REUTERS/Lucas Jackson/File Photo
FILE PHOTO: The flag of Mexico changes in front of a large U.S. flag in front of the New York Stock Exchange September 4, 2015. REUTERS/Lucas Jackson/File Photo
Foto: Reuters

O tiroteio ocorrido na noite de segunda-feira provocou pânico na travessia movimentada de San Ysidro, onde pessoas e veículos entram nos EUA por Tijuana, mostraram vídeos publicados em redes sociais.    O Departamento de Polícia de San Diego não divulgou de imediato a identidade do homem, e não ficou claro por que ele começou a atirar.    Seu caminhão foi bloqueado por outro veículo e ele começou a disparar contra agentes da Agência da Alfândega e de Proteção de Fronteira (CBP, na sigla em inglês) através da janela do caminhão, e depois saiu e continuou atirando, informou a polícia em um comunicado.    "Os agentes reagiram aos tiros, atingindo o suspeito", disse o comunicado.    A CBP não respondeu a pedidos de comentário. Nenhum agente da CBP foi ferido, disse o departamento de polícia.    Testemunhas oculares disseram ter ouvido dezenas de tiros e um cenário de pânico.    "Ouvimos 'pá, pá'", disse Zooch Williams, testemunha do lado mexicano da fronteira, ao canal NBC 7. "Dissemos 'são fogos de artifício', e meu colega disse 'isso são tiros'".   

Veja também:

Os navios gigantescos que a pandemia mandou para o desmanche
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade