0

Jornal diz que estado de Mandela é "assustador" e visitas estão proibidas

10 jun 2013
04h18
atualizado às 10h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Especulações sobre a saúde do ex-presidente Nelson Mandela, de 94 anos, foi manchete nos principais jornais sul-africanos nesta segunda-feira, cerca de três dias após a internação do líder em estado "grave" por uma pneumonia.

Ex-presidente sul-africano Nelson Mandela
Ex-presidente sul-africano Nelson Mandela
Foto: AFP

"Mandela encarcerado", escreveu o The Star, reportando uma suposta decisão da família de proibir visitas ao quarto de Mandela. Sem citar fontes, a publicação declarou que "compreende" que visitantes sejam barrados em um "momento crítico".

Na mesma matéria, são citadas "três importantes autoridades do governo" que descrevem o estado de saúde do ex-presidente como "assustador".

O estado de saúde de Mandela não sofreu alteração, anunciou nesta segunda-feira a presidência, que havia classificado o caso como "grave".

"O ex-presidente Nelson Mandela permanece hospitalizado e seu estado é estável. Madiba foi internado no sábado 8 de junho de 2013 para receber atendimento em um hospital de Pretória por uma infecção pulmonar", afirma um breve comunicado da presidência, depois de 48 horas de silêncio.

Segundo os jornalistas, Mandela teria recebido duas vezes a visita da família, no hospital de Pretória, onde ele estaria sendo tratado. A presidência se nega, porém, a confirmar até mesmo a instituição em que ele está internado.

O ícone da luta contra o Apartheid completará 95 anos em 18 de julho. Em dois anos e meio, esta é sua quarta internação por problema pulmonar, além de uma ida feita ao hospital para a realização de exames.

Em meio aos votos para sua pronta recuperação, desta vez, ganham forças as vozes que defendem que o herói tem o direito de morrer e ficar em paz. "É hora de deixá-lo partir", dizia, neste domingo, a primeira página do jornal Sunday Times, com um Mandela sorridente em um gesto de adeus.

"Agora, a família deve deixá-lo para que Deus intervenha à sua maneira", disse ao jornal Andrew Mlangeni, um velho amigo de Mandela, resumindo uma opinião que começou a se espalhar pelas redes sociais nas últimas horas.

No Twitter, cresciam os apelos por um fim tranquilo de Mandela. "Temos de rezar para que fique bem ou para que Deus o liberte do sofrimento? Acho que é hora de deixá-lo partir", escreveu um internauta.

"É hora de deixá-lo ir com calma, com tranquilidade, com elegância. Merece ir embora com dignidade", acrescentou outro usuário do Twitter.

Em Qunu, povoado natal de Mandela no sul da África do Sul, seu neto e chefe do clã, Mandla Mandela, de 39, fez um momento de silêncio, informou a rede eNCA.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Com informações da AFP

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade