3 eventos ao vivo

Apoiadores da Irmandade são acusados de assassinato e terrorismo

17 ago 2013
17h40
atualizado às 17h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Promotores egípcios colocaram 250 partidários da Irmandade Muçulmana sob investigação de assassinato, tentativa de assassinato e terrorismo, afirmou neste sábado a agência estatal de notícias MENA.

Homem ferido é transferido de cadeiras de rodas a hospital improvisado após o massacre
Homem ferido é transferido de cadeiras de rodas a hospital improvisado após o massacre
Foto: AFP

A polícia prendeu mais de mil simpatizantes da Irmandade na sequência dos conflitos entre seguidores do presidente islamista deposto Mohamed Mursi e as forças de segurança na sexta-feira, dia em que mais de 170 pessoas morreram em todo o país.

Veja também:

Debandada impressionante de golfinhos encanta observadores de baleias
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade