4 eventos ao vivo

África ultrapassa marca de 1 milhão de casos de coronavírus

O país mais afetado no continente é a África do Sul

7 ago 2020
09h15
atualizado às 09h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A África ultrapassou nesta sexta-feira (7) a marca de 1 milhão de casos do coronavírus Sars-CoV-2, de acordo com o monitoramento feito pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

Medição de temperatura em centro de distribuição de alimentos na África do Sul, país mais atingido por pandemia no continente africano
Medição de temperatura em centro de distribuição de alimentos na África do Sul, país mais atingido por pandemia no continente africano
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Até 9h da manhã, o continente registrava 1.008.151 contágios e 22.069 mortes, mas os números devem estar subnotificados devido à escassez de testes em várias nações. O país com mais casos em termos absolutos e relativos é a África do Sul, com 538.184 diagnósticos positivos (931/100 mil habitantes).

Na sequência, aparecem Egito (95.006), Nigéria (45.244), Gana (39.642) e Argélia (33.626). Em termos relativos, a África do Sul é seguida por Djibuti (556/100 mil hab.), Cabo Verde (503/100 mil hab.), São Tomé e Príncipe (416/100 mil hab.) e Guiné Equatorial (368/100 mil hab.).

A África do Sul também lidera o ranking de óbitos, com 9.604 (17/100 mil hab.). Egito (4.951) e Argélia (1.273) aparecem em segundo e terceiro lugar em números absolutos, enquanto São Tomé e Príncipe (7/100 mil hab.) e Guiné Equatorial (6/100 mil hab.) vêm depois da África do Sul em termos proporcionais.

Ainda segundo a Johns Hopkins, o mundo inteiro contabiliza 19,1 milhões de casos do novo coronavírus e 715,2 mil mortes.   

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade