PUBLICIDADE

Média de frequentadores da cracolândia volta a subir em 2021

Dados da Prefeitura de São Paulo estimam o número de pessoas que passam diariamente na cracolândia através do Programa Dronepol

1 dez 2021 10h33
ver comentários
Publicidade

A Prefeitura de São Paulo informou que o número de pessoas que frequentam diariamente a cracolândia chegou a 579 por dia, entre os meses de janeiro a setembro de 2021. Segundo os dados apresentados, o número é maior do que os números apresentados nos últimos dois anos. O cálculo é realizado através da análise de fotografias que são feitas por drones depois que sobrevoam a região.

Foto: DINO / DINO

O aumento do movimento de pessoas no local exige ainda mais apoio policial que é coordenado pela Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar de São Paulo para garantir a segurança de quem passa na região e dar apoio aos usuários de drogas que precisam de atendimento. Os dados apresentados pela Prefeitura de São Paulo foram comentados pelo especialista em tratamento para dependência química Tiago Casoto do Grupo de Reabilitação. Tiago afirmou que as autoridades devem realizar abordagens seguras e planejadas para que se evite o confronto entre as pessoas que estão no local e os policiais. Tiago afirma também que com o aumento do número de pessoas frequentando o local, os casos de roubos e assaltos tendem a aumentar.

Em recente estudo realizado, a UNIAD (Unidade de Pesquisas de Álcool e Drogas), da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), divulgou em fevereiro de 2020 dados mostrando que cerca de 46% dos frequentadores da cracolândia, na região da Luz, no Centro de São Paulo, compra drogas com dinheiro de roubos e furtos. O especialista em tratamento para dependentes químicos Evandro Ribeiro, representante da clínica de recuperação Valor da Vida, comentou sobre a necessidade que o dependente químico tem de obter dinheiro ou objetos e trocar por drogas para alimentar o vício. Evandro diz que quanto maior for o abismo social de oportunidade para recuperação da pessoa que sofre com a dependência química e tem poucas oportunidades na vida de conseguir trabalho e dinheiro de forma honesta, maiores vão ser os casos de assaltos e a procura por drogas.

Ainda em 2021, o SEAS (Serviço Especializado de Abordagem Social) calculou que 33.031 abordagens foram feitas na região da Nova Luz entre janeiro e setembro deste ano, das quais 4.405 encaminharam os usuários a centros de acolhimento. Ainda no mesmo período, as autoridades policiais de São Paulo realizaram 25.483 abordagens, 3.491 atendimentos médicos, 9.094 atendimentos de enfermagem e 2.337 encaminhamentos à rede de assistência social na área. Os dados são do Programa Redenção criado na gestão Doria/Covas.

Consultado sobre o aumento de pessoas circulando na cracolândia e a atuação das autoridades na região da cracolândia, o especialista em segurança empresarial e pessoal, Evandro Gonzales, representante da empresa de alarme residencial Smart Alarme, afirmou que a melhor maneira de garantir a segurança das pessoas que estão na cracolândia para que possam receber ajuda e assim cuidar da saúde é a implementação de políticas públicas que visam alcançar resultados reais através da atuação das autoridades na região.

Juliano Caserta da Clínica O Melhor Tratamento afirma que o tratamento para dependentes químicos não é a primeira etapa de um processo que só pode ser benéfico totalmente para sociedade com amplo apoio dos representantes políticos do povo. Juliano diz ainda que só é possível reduzir casos de violência com mais oportunidades de estudo, práticas de esportes, redução da crise financeira e emprego para as pessoas não terem que procurar nas drogas, roubos e furtos o que desejam ter e não podem. Juliano disse também que os casos de roubo, furto e procura por drogas na cracolândia vão diminuir somente quando mais crianças estiverem nas escolas e mais jovens tiverem oportunidade rápida ao primeiro emprego.



Website:

https://smartalarme.com.br/
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade