PUBLICIDADE

Logística reversa contribui com a substituição das matérias primas originais

Cada quilo reciclado representa um a menos que precisará ser tirado da natureza para fazer uma nova embalagem.

21 jun 2024 - 11h36
Compartilhar
Exibir comentários

A logística reversa é uma prática essencial que abrange diversas etapas, desde a coleta e triagem de produtos descartados até o reuso, reciclagem e disposição final adequada. Algumas embalagens devem ser lavadas antes do descarte.

Foto: Yandex / DINO

Este sistema permite que muitos materiais sejam reaproveitados, diminuindo a necessidade de extração de novos recursos e reduzindo significativamente a quantidade de resíduos enviados a aterros sanitários.

"A logística reversa se tornou fundamental para as empresas desenvolverem a sustentabilidade operacional. Inclusive, a implementação desta estratégia não apenas protege o meio ambiente, como também resulta em economias significativas e aumento da eficiência empresarial", salienta Vininha F. Caravalho, economista e editora da Revista Ecotour News & Negócios.

Estima-se que mais de 1,3 bilhão de toneladas de resíduos sólidos sejam produzidos anualmente pelas atividades humanas no mundo. Desse total, cerca de 14% correspondem aos resíduos gerados pelas empresas de food service. Parte desse lixo é orgânico, mas embalagens plásticas e descartáveis, que poderiam ser recicladas, também entram na contabilidade.

Jack Strimber, CEO da Packster, empresa de embalagens flexíveis, destaca que a logística reversa é uma peça-chave na estratégia de sustentabilidade. Ao criar um ciclo fechado para as embalagens, estamos reduzindo significativamente o impacto ambiental e promovendo um futuro mais verde.

No Brasil, o tema ainda é um desafio porque em alguns municípios essa prática não existe. De acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), uma em cada quatro cidades brasileiras não possui coleta seletiva.

A identificação dos tipos de plástico, e se está apto ao descarte correspondente à sua origem, é imprescindível para o encaminhamento correto e tratamento adequado de cada resíduo pós-consumo. 

Uma pesquisa realizada pelo IPEC (Inteligência em Pesquisa e Consultoria Estratégica), em junho de 2023, ressalta que esse compromisso com o meio ambiente está se intensificando na população brasileira. Diante disso, é essencial o entendimento sobre os símbolos que estão nas embalagens dos produtos que são consumidos diariamente, pois eles representam um papel fundamental na promoção do descarte correto e na redução do impacto ambiental.

"Investir em logística reversa é investir no futuro. As pessoas que se comprometem com essa prática não apenas contribuem para a preservação do meio ambiente, mas também constroem um legado de responsabilidade social", finaliza Vininha F. Carvalho.

Website: https://www.revistaecotour.news

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade