8 eventos ao vivo

Israel ataca instalações do Hamas após disparos de foguetes

4 mai 2019
12h41
atualizado em 5/5/2019 às 12h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Grupo palestino que controla Faixa de Gaza lançou pelo menos 200 projéteis contra o território israelense. Contra-ataque israelense deixa três mortos - incluindo um bebê - e atinge sede de agência de notícias turca.As Forças de Defesa de Israel bombardearam neste sábado (04/05) plataformas de lançamento de foguetes e instalações na Faixa de Gaza após membros do grupo Hamas dispararem pelo menos 200 projéteis contra o território israelense.

"Uma aeronave israelense atacou duas plataformas de lançamento de foguetes no norte da Faixa de Gaza", disseram as IDF em um breve comunicado. Em seguida, as forças israelenses acrescentaram que "tanques atacaram posições militares da organização terrorista Hamas".

A retaliação dos israelenses deixou pelo menos três mortos em Gaza. Um pequeno grupo armado pró-Hamas em Gaza, Os Protetores de Al-Aqsa, disse que um de seus homens foi morto durante os ataques israelenses neste sábado.

Já o Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, afirmou que um bebê de um ano e dois meses de idade e sua mãe morreram neste devido aos bombardeios de Israel. No total, 18 palestinos ficaram feridos nos ataques.

Já no lado israelense, os foguetes lançados pelo Hamas deixaram pelo menos dois feridos. Entre elas uma mulher 80 anos e um homem de 50 anos, que foram atingidos por estilhaços dos foguetes. Segundo a imprensa israelense, o estado da mulher é grave.

A resposta israelense também deve gerar novos atritos diplomáticos com a Turquia. Após os bombardeios, o governo da Turquia disse que um prédio em Gaza onde funciona a agência de notícias estatal turca Anadolu foi atingido.

O ministro das Relações Exteriores da Turquia foi ao Twitter denunciar o ataque. "É um novo exemplo da agressão sem amarras de Israel. A violência israelense indiscriminada contra as pessoas é um crime contra a humanidade", disse Mevlüt Çavuşoğlu.

Ao longo da tarde continuaram os disparos de mísseis de Gaza, que desde cedo soaram as sirenes antiaéreas em várias comunidades israelenses da periferia do enclave.

O primeiro foguete foi lançado por volta de 10h (4h em Brasília). Depois disso, "cerca de 90 projéteis foram lançados da Faixa de Gaza para o território israelense". "O sistema de defesa aéreo Domo de Ferro interceptou dezenas deles", anunciaram as forças israelenses. Ao final do dia, 200 lançamentos já haviam sido contabilizados, segundo o jornal Haaretz.

As sirenes antiaéreas soaram na cidade de Sderot, e nos conselhos regionais de Shaar Hanegev, Sdot Neguev, Hof Ashkelon e Eshkol, enquanto em Ashkelon as autoridades locais abriram os abrigos antiaéreos públicos, segundo o site de notícias Ynet.

Em Gaza, por sua vez, várias explosões foram ouvidas em diferentes pontos do território palestino depois do lançamento de foguetes.

A escalada de tensão já havia começado na sexta-feira, quando dois soldados israelenses ficaram feridos por disparos efetuados a partir de Gaza. O ataque aéreo israelense em retaliação matou dois militantes do grupo islâmico Hamas, que domina Gaza. Outros dois palestinos que estavam protestando perto da fronteira também foram mortos por forças israelenses.

Após os novos conflitos, os israelenses também decidiram neste sábado bloquear estradas e áreas próximas de Gaza, inclusive uma praia.

JPS/efe/afp/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade