PUBLICIDADE

'Não vacinado' e 'isolado': Discurso de Bolsonaro repercute negativamente na imprensa internacional

Jornais americanos e europeus criticam fato do presidente brasileiro ter comparecido à Assembleia-Geral sem estar vacinado

21 set 2021 15h53
| atualizado às 21h22
ver comentários
Publicidade

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU repercutiu de forma negativa em vários países, como mostra a imprensa mundial. Bolsonaro voltou a defender o uso da cloroquina e o chamado tratamento precoce contra a covid-19, além de questionar medidas de isolamento social.

A CNN internacional ressaltou o "isolamento" do líder brasileiro, único integrante do G-20 que afirma não ter se vacinado, e sua postura desafiadora ao defender a forma como seu governo enfrenta a pandemia e o desmatamento no País. O texto ironiza o fato de Bolsonaro ter apresentado "um novo Brasil" muito diferente da Nação devastada pela pandemia e pelas queimadas.

CNN internacional repercute discurso de Bolsonaro na ONU
CNN internacional repercute discurso de Bolsonaro na ONU
Foto: Reprodução / Estadão

"Bolsonaro está mais isolado do que nunca", disse Brian Winter, editor-chefe da Americas Quarterly, à CNN. "Trump saiu, Netanyahu se foi. O principal país que realmente se alinha com sua marca de conservadorismo de direita é a Hungria de Victor Orban."

"Sem estar vacinado, Bolsonaro do Brasil quebra sistema de honra da vacina da ONU durante discurso", escreveu o jornal americano The Washington Post, referindo-se ao pedido das Nações Unidas para todos os líderes mundiais se vacinarem contra a covid.

Jornal americano The Washington Post critica fala de Bolsonaro na ONU
Jornal americano The Washington Post critica fala de Bolsonaro na ONU
Foto: Reprodução / Washington Post / Estadão

O The Wall Street Journal explicou que uma das condições para a participação dos líderes mundiais na Assembleia era estarem vacinados. Mas, como ficou provado, não houve uma verificação e cumprimento deste "sistema de honra". "Em seu discurso, o senhor Bolsonaro encorajou os países a adotarem planos nacionais mais ambiciosos para reduzir a emissão de gases do efeito estufa e pressionou os países desenvolvidos a darem mais dinheiro aos países em desenvolvimento", destacou o jornal.

O site do jornal britânico The Guardian também destacou o fato de Bolsonaro ter criticado a obrigatoriedade da vacina contra o novo coronavírus em sua manchete.

Britânico The Guardian destaca em seu 'ao vivo' fato de Bolsonaro não ter se vacinado contra a covid 
Britânico The Guardian destaca em seu 'ao vivo' fato de Bolsonaro não ter se vacinado contra a covid
Foto: Reprodução / The Guardian / Estadão

O americano The New York Times escreveu: o presidente do Brasil liderou uma das respostas mais criticadas no combate à pandemia". Em sua página do 'ao vivo', pela qual transmitiu os discursos, o NYT destaca os protestos que ocorreram em Nova York contra Bolsonaro e o líder iraniano.

NYT destaca protestos ocorridos em Nova York contra o presidente brasileiro 
NYT destaca protestos ocorridos em Nova York contra o presidente brasileiro
Foto: Reprodução / NYT / Estadão

O espanhol El País, em sua página de Américas, destacou o discurso de Bolsonaro e, em seguida, um artigo dizendo "Não é culpa apenas de Bolsonaro o fato do mundo rir do Brasil". O texto destaca o passeio do presidente brasileiro por Nova York, sem máscara e sem estar vacinado.

Jornal espanhol El País deixa artigo sbre postura de Bolsonaro em NY em destaque 
Jornal espanhol El País deixa artigo sbre postura de Bolsonaro em NY em destaque
Foto: Reprodução / El País / Estadão

Confira a íntegra do discurso de Jair Bolsonaro.

TV ESTADÃO: Comparamos os discursos de Bolsonaro na ONU

Estadão
Publicidade
Publicidade