8 eventos ao vivo

Governo alemão critica bloqueio da DW na Venezuela

15 abr 2019
10h38
  • separator
  • 1
  • comentários

Ministério do Exterior defende liberdade de imprensa e cobra restabelecimento do sinal do canal em espanhol da emissora internacional alemã. Corte da transmissão coincide com aumento da cobertura sobre a crise no país.O Ministério do Exterior da Alemanha pediu à Venezuela para que desbloqueie o sinal de transmissão do canal de TV da DW em espanhol no país. O motivo para o bloqueio não foi comunicado pelas autoridades venezuelanas.

Emissão especial sobre a crise na Venezuela no canal em espanhol da DW
Emissão especial sobre a crise na Venezuela no canal em espanhol da DW
Foto: DW / Deutsche Welle

"A liberdade de imprensa e de opinião é um valor importante, que o governo federal defende constantemente", afirmou o ministério nesta segunda-feira (15/04). "Esperamos que essa decisão lamentável seja revista rapidamente."

A Conatel, o órgão que regula e exerce o controle das telecomunicações na Venezuela, bloqueou o sinal da DW em espanhol na rede de TV por cabo. A DW apresentou queixa, mas não recebeu resposta das autoridades competentes na Venezuela. O Ministério da Informação da Venezuela, ao qual a Conatel é subordinada, não deu motivos para o bloqueio.

O diretor-geral da DW, Peter Limbourg, exigiu do governo venezuelano que restaure o sinal do canal. Limbourg destacou a atenção dada pela cobertura jornalística da DW à Venezuela, com programação diária sobre a situação no país.

"Vamos fazer tudo o que pudermos para manter nossos telespectadores informados", disse o diretor do canal. A DW lembrou que é possível assistir ao canal em espanhol no seu site em espanhol e via YouTube.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Imprensa da Venezuela criticou a decisão da Conatel e destacou o trabalho que a DW vem desempenhando, com múltiplos espaços de informação, para informar sobre a crise venezuelana.

O canal da DW em espanhol ampliou sua cobertura, com um novo segmento exclusivo para a Venezuela, devido à crise atual e à necessidade de informar sobre o que acontece no país sul-americano.

Trata-se de uma cobertura de 15 minutos diários só sobre os acontecimentos venezuelanos - transmitida às 22h de Caracas. Esse espaço foi inaugurado com uma entrevista com o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela em 23 de janeiro.

Com sua oferta de televisão 24 horas por dia em espanhol, a DW atinge mais de 17 milhões de telespectadores semanalmente.

PV/dw/rtr/epd

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade