PUBLICIDADE

Em 2021, carros elétricos venderam 3 vezes mais

No ano passado, setor de elétricos cresceu quase o dobro em comparação com 2020.

27 jan 2022 14h27
ver comentários
Publicidade

O número de veículos elétricos bateu recordes em 2021. Só no ano passado foram vendidos cerca de 34.990 unidades de carros elétricos, híbridos ou híbridos plug in; representando um aumento de 1,8%, quase o dobro da porcentagem em relação ao ano anterior (1,0%). No cenário dos carros 100% elétricos, foram comercializados 2.860 em comparação aos 801 vendidos em 2020. Juntando os veículos híbridos, as vendas totalizam 14 mil somente no primeiro semestre de 2021, representando um aumento de 80% quando comparado a 2020.

Foto: Freepik / DINO

A eletromobilidade está se adentrando cada vez mais na cultura brasileira, ainda que careça de infraestrutura para suportar esse tipo de veículo. Atualmente, a maioria dos pontos de energia para carregar esses carros estão localizados somente em postos de gasolinas ou shoppings. O plano é que daqui alguns anos isso mude, com projetos já em andamento que visam o aumento da gama de pontos elétricos para abastecer seu carro. Segundo o presidente da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), Adalberto Maluf, a estimativa - ainda que conservadora - é que até 2035, o Brasil terá até 62% de carros elétricos, o que implica em diversas mudanças nas indústrias, na legislação brasileira e também na infraestrutura do país.

Só o Brasil é responsável por 13% das emissões de CO2 no setor de transporte, sendo 91% referentes ao tráfego rodoviário. A evolução para o uso de elétricos também chegou ao setor dos pesados. A Scania, uma das maiores fabricantes de veículos pesados, lançou caminhões e ônibus movidos a gás natural ou biometano, sendo os primeiros do Brasil. Esse mercado também teve mudanças significativas; as opções elétricas aumentaram em 633% e a venda de caminhões elétricos aumentou em 117%.

Nos milhares de veículos elétricos vendidos em 2021, a Toyota foi líder de vendas entre as montadoras. A marca japonesa representa 57% das vendas de carros elétricos ou híbridos; em seguida, quem assume é a Volvo, com 23%. Dentre os carros 100% elétricos comercializados no último ano, os que se sobressaíram foram: Nissan Leaf Tekna, Porsche Taycan, Volvo XC40 Recharge, BMW Mini Cooper Electric, Audi E Tron, BMW i3 BEV 120AH, Fiat 500 E Icon, GM Bolt, BYD ET3 e Renault Kangoo.

Para Gustavo Braga, diretor da Carupi, uma autotech de compra e venda de carros pela internet, além de especialista no mercado automotivo, os carros elétricos vieram para ficar. "O setor dos elétricos está crescendo ano a ano. Diversas montadoras em 2021 apresentaram protótipos de carros elétricos que serão lançados nos próximos três, cinco anos no máximo. Isso deve-se ao movimento criado ao redor do mundo para reduzir a produção de veículos movidos a combustíveis". O executivo destaca que essa é uma tendência mundial e que no Brasil o mercado de elétricos só deve crescer, mesmo que devagar quando comparados a outros países.



Website:

http://www.carupi.com
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade