0

Pesquisa Ibope: Doria e Skaf lideram disputa para governador de SP

Pré-candidatos do PSDB e MDB aparecem com 24% e 19%, empatados na margem de erro; Márcio França (PSB) tem 3%

4 jun 2018
14h53
atualizado em 3/7/2018 às 12h42
  • separator
  • 0
  • comentários

SÃO PAULO - Pesquisa Ibope encomendada pela TV Bandeirantes e divulgada na noite desta terça-feira, 24, mostra que o ex-prefeito da capital paulista João Doria (PSDB) e o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (MDB), estão tecnicamente empatados na dianteira da corrida eleitoral ao governo do Estado.

Segundo o levantamento, Doria tem 24% das intenções de voto, contra 19% de Skaf - a margem de erro é de 3 pontos. O petista Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo, e o atual governador paulista Márcio França (PSB) seguem bem atrás na pesquisa, com 4% e 3%, respectivamente.

O empresário Rogério Chequer (Novo) tem 2% e a professor Lisete Arelaro (PSOL) tem 1%. Alexandre Zeitune (Rede) não pontuou. Brancos e nulos somaram 37% e 11% não souberam citar um candidato ou não responderam.

A disputa entre Doria e Skaf fica ainda mais acirrada em um eventual segundo turno. Segundo o Ibope, ambos alcançam 32% das intenções de voto. Na simulação entre Doria e França, o tucano venceria com 39% dos votos ante 20% do atual governador. Doria também ganharia de Luiz Marinho com 41% contra 21% na projeção de segundo turno. A última eleição a governador decidida no segundo turno foi em 2002, quando Geraldo Alckmin (PSDB) superou José Genoino (PT).

O resultado da nova pesquisa Ibope deve ser um obstáculo nas pretensões de Doria em obter o apoio do MDB à sua candidatura ao governo de São Paulo. O ex-prefeito negocia com o presidente Michel Temer uma aliança segundo a qual Skaf concorreria a uma das vagas de sua chapa ao Senado. Esta possibilidade, no entanto, é rechaçada pelo presidente da Fiesp.

Rejeição na pesquisa Ibope para governador de SP

O Ibope mostrou também que Doria e Skaf também lideram os índices de rejeição. Segundo o levantamento, 33% dos eleitores não votariam de jeito nenhum no prefeito da capital, enquanto 32% se recusam a votar no presidente da Fiesp, que já concorreu a governador nas eleições de 2010 e 2014, quando teve o melhor desempenho (segundo lugar com 21% dos votos válidos).

A pesquisa do Ibope também mediu a intenção de voto dos eleitores paulistas para as duas vagas ao Senado, hoje ocupadas por Airton Sandoval (MDB), suplente do atual ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB), e Marta Suplicy (MDB). O senador José Serra (PSDB) tem mais quatro anos de mandato.

Segundo a pesquisa, o apresentador de TV José Luiz Datena lidera as intenções de voto com 33%, seguido pelo vereador da capital Eduardo Suplicy (PT), com 32%. Marta tem 25%, Marco Feliciano (Podemos) tem 14%, Aloysio, 11%, José Aníbal (PSDB), 6%, e Jilmar Tatto (PT), 4%.

A pesquisa Ibope para governadores e senadores de São Paulo entrevistou 1.008 eleitores do Estado, entre os dias 20 e 23 de abril. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa eleitoral foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo SP-02654/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00314/2018.

Confira abaixo os números da pesquisa Ibope

Para governador de São Paulo

João Doria (PSDB): 24%

Paulo Skaf (MDB): 19%

Luiz Marinho (PT): 4%

Márcio França (PSB): 3%

Rogério Chequer (Novo): 2%

Lisete Arelaro (Psol): 1%

Alexandre Zeitune (Rede): 0%

Brancos e nulos: 37%

Não sabem ou não responderam: 11%

Cenários para o segundo turno

João Doria (PSDB): 32%

Paulo Skaf (MDB): 32%

Brancos e nulos: 30%

Não sabem ou não responderam: 6%

João Doria (PSDB): 39%

Márcio França (PSB): 20%

Brancos e nulos: 33%

Não sabem ou não responderam: 8%

João Doria (PSDB): 41%

Luiz Marinho (PT): 21%

Brancos e nulos: 31%

Não sabem ou não responderam: 7%

Disputa para o Senado:

José Luiz Datena (DEM): 33%

Eduardo Suplicy (PT): 32%

Marta Suplicy (MDB): 25%

Marco Feliciano (PSC): 14%

Aloysio Nunes (PSDB): 11%

José Aníbal (PSDB): 6%

Jilmar Tatto (PT): 4%

Brancos e nulos 46%

Não sabem ou não responderam: 11%

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade