0

'Lutamos para não termos este cenário', diz Amoêdo sobre 2º turno entre PT e PSL

O candidato à Presidência pelo Partido Novo afirma que não se sente à vontade para apoiar nenhuma das duas candidaturas

9 ago 2018
13h56
  • separator
  • comentários

O candidato do Novo à Presidência da República, João Amoêdo, se esquivou nesta quinta-feira, 9, de falar se apoiaria Jair Bolsonaro (PSL) em caso de o ex-capitão enfrentar o candidato do PT no segundo turno.

"Vamos ter de pensar bem, estamos lutando para não termos este cenário. Não fico à vontade de apoiar nenhuma das duas (candidaturas), mas não quero trabalhar nesta hipótese, porque 60% dos brasileiros não sabem em quem vai votar e a gente acredita que vai estar no segundo turno", afirmou Amoêdo, após participar de sabatina com investidores organizada pelo banco BTG Pactual.

No sábado, durante convenção nacional do Partido Novo que o oficializou como candidato da sigla ao Planalto, Amoêdo criticou Bolsonaro e disse que duvida do apoio do deputado federal a ideias liberais.

Ao comentar os elogios do candidato a vice-presidente pelo PT, Fernando Haddad, que foi sabatinado antes dele no evento, ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmando que o petista "criou um método de trabalho que é exemplar para governar, ao reconhecer que não conhece um assunto e chamar para o diálogo", Amoêdo retrucou: "Para mim, Lula é um péssimo exemplo e esta declaração diz muito como pensa Haddad", disse Amoêdo.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade