O que é o fidget spinner, que passou de dispositivo para ajudar crianças com autismo a febre nas escolas

11 mai 2017
13h28
atualizado às 14h15
  • separator
  • comentários

Este brinquedo não é jogo de videogame nem aplicativo de celular, mas virou febre entre as crianças de países como Estados Unidos e Reino Unido. Tudo o que o fidget spinner faz é girar e girar.

A versão mais comum desse dispositivo tem três pontas com um centro giratório. Ele gira em alta velocidade sobre um eixo que é apoiado sobre a mão.

Suas cores e figuras diferentes provocam efeitos visuais atraentes - e alguns até brilham no escuro. Por isso, o fidget spinner ganhou recentemente muita popularidade em escolas e parques - e já começou a ser vendido no Brasil.

Só que o brinquedo não é novidade. Ele foi inventado há duas décadas com o propósito de ajudar crianças com autismo ou transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) a lidar com a ansiedade.

A embalagem do brinquedo ainda o promove como um produto antiestresse para crianças.

No YouTube, vlogueiros ganham milhares de acessos em vídeos sobre truques com o brinquedo e sites especializados oferecem fidget spinners cada vez mais caros e cheios de novidades.

Enquanto a maioria dos fidget spinners custam US$ 2 (R$ 6,20), alguns chegam a mais de US$ 1.000 (R$ 3,1 mil).

De utensílio para ajudar na concentração, o fidget spinner virou moda e chegou a causar polêmica em algumas escolas.

Uma escola na cidade de Henderson, no Estado de Nevada (EUA), chegou a proibir as crianças a levarem o brinquedo na escola porque seria uma "fonte de distração".

Brinquedo foi inventado há duas décadas mas ganhou popularidade hoje em diferentes países.
Brinquedo foi inventado há duas décadas mas ganhou popularidade hoje em diferentes países.
Foto: BBC
BBCBrasil.com BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade