Manifestantes lotam Centro em ato contra falta de recursos

Prédio histórico, que teve boa parte de sua estrutura consumida por um incêndio na noite deste domingo, completou 200 anos em junho

3 set 2018
20h26
atualizado às 20h44
  • separator
  • comentários

Manifestantes lotaram a Cinelândia, no Centro do Rio, no fim da tarde desta segunda-feira, 3, em protesto contra a falta de recursos para o Museu Nacional. O prédio histórico, que teve boa parte de sua estrutura consumida por um incêndio na noite deste domingo, 2, completou 200 anos em junho. A estimativa é de que até 90% de seu acervo tenha sido queimada.

Jovens e universitarios se reunem na praca da Cinelandia no fim da tarde desta segunda-feira (03/09), em protesto e luto pelo Museu Nacional da Quinta da Boa Vista que foi destruido por um incendio na noite de domingo (02/09), no Rio de Janeiro.
Jovens e universitarios se reunem na praca da Cinelandia no fim da tarde desta segunda-feira (03/09), em protesto e luto pelo Museu Nacional da Quinta da Boa Vista que foi destruido por um incendio na noite de domingo (02/09), no Rio de Janeiro.
Foto: ADRIANO ISHIBASHI/FRAMEPHOTO / Estadão

A manifestação na Cinelândia fechou ruas da região e chegou a afetar o tráfego do VLT, mas sem interromper completamente o serviço. Houve um princípio de confusão no início da noite, mas ele foi contornado antes mesmo da chegada da polícia.

O incêndio de grandes proporções destruiu o acervo do Museu Nacional, na zona norte do Rio, na noite deste domingo, 2. O fogo começou por volta das 19h30 e durou até por volta de 2 horas da manhã desta segunda-feira, 3. Após o exaustivo combate às chamas, prejudicado pela falta de água nos hidrantes da instituição, iniciou-se ainda na madrugada o trabalho de rescaldo.

Veja também:

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade