PUBLICIDADE

Como é a prova de Ciências Humanas no Enem? Veja dicas

Professores explicam que a habilidade de interpretação de texto contribui muito para um bom resultado

31 out 2023 - 14h40
Compartilhar
Exibir comentários

A prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias acontece no primeiro dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 5 de novembro, junto com a prova de Linguagens e Códigos e a redação. São 45 questões que englobam as disciplinas de história, geografia, filosofia e sociologia.

Para os especialistas ouvidos pelo Estadão, a principal característica no formato da prova são os textos muito longos, que avaliam a capacidade de interpretação dos candidatos e por isso devem ser lidos com atenção, pois eles tornam o exame cansativo para quem não está habituado.

  • As questões são formuladas usando diferentes fontes de linguagem. O aluno encontra reportagens de jornais especializados, letras de músicas, poemas, imagens e obras de arte que se aproveitam de eventos recentes da sociedade para relacioná-los aos conceitos históricos e sociológicos aprendidos em sala de aula, pois é avaliado se o candidato tem a habilidade de relacionar o conteúdo à realidade.

Luiz Otávio, coordenador pedagógico do Poliedro, destaca que Ciências Humanas no Enem busca enxergar o senso crítico, junto com o desenvolvimento da opinião e consciência social de quem está sendo avaliado.

"Uma pessoa com grande capacidade de interpretação vai ter mais facilidade do que aquela que é essencialmente conteudista, pois o Enem espera que ela veja um gráfico atual e consiga entender como aquilo transformou historicamente a sociedade. Enxergar os impactos daquilo a longo prazo." explica o professor.

Estudantes chegam ao local de prova para o Enem, em São Paulo
Estudantes chegam ao local de prova para o Enem, em São Paulo
Foto: Felipe Rau/ Estadão / Estadão

O Enem também é visto pelos especialistas como uma prova que segue um padrão ao longo dos anos, já que determinados conteúdos aparecem com bastante regularidade.

A equipe do Poliedro mapeou os temas que mais apareceram entre 2019 e 2022 nas disciplinas e há uma mistura entre história do Brasil e do ocidente, com temas como:

  • antiguidade clássica;
  • idade média na Europa ocidental e início da era moderna;
  • religião e monarquia no período moderno;
  • 2ª Guerra Mundial e sociedade contemporânea;
  • período da economia do açúcar no Brasil colônia;
  • primeiro e segundo reinado brasileiros;
  • primeira república e era Vargas.

Em geografia, temas que abordam a relação da ocupação do espaço pela sociedade predominam:

  • análise de mapas;
  • demografia;
  • espaço geográfico;
  • globalização;
  • urbanização;
  • economia agrária brasileira;
  • questões ambientais;
  • conflitos políticos e sociais.

Alguns exemplos do que aparece na prova nesse sentido são questões de problemas ambientais relacionando desmatamento às questões agrícolas na geografia e temas de história do Brasil fazendo uma correlação entre passado e presente, como por exemplo, a criação da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) em 1943 e o mercado de trabalho atual.

Linguagens e Códigos

A prova de Linguagens se divide em 40 questões de língua portuguesa e outras cinco de língua estrangeira, que pode ser inglês ou espanhol, dependendo da escolha do candidato durante a inscrição no exame.

Assim como em Ciências Humanas, os textos são longos e demandam uma excelente habilidade de interpretação.

Uma grande diferença entre a prova de Linguagens para os outros vestibulares são os conteúdos. Enquanto outras provas não abrem mão de perguntas de gramática, o Enem prioriza funções da linguagem. O aluno irá encontrar questões de:

  • funções referenciais, metalinguísticas, emocionais e poéticas, por exemplo, correlacionadas com textos literários e jornalísticos, discursos políticos, tiras e obras de arte.

O professor Nelson Dutra, do Colégio Objetivo, explica que os conhecimentos da Língua Portuguesa são avaliados junto com a habilidade crítica do candidato.

"O vestibulando precisa compreender a língua como expressão de uma sociedade", ressalta o professor, que lembra como as novas tecnologias são usadas para expressar isso. "Uma característica do X [antigo Twitter], por exemplo, é a síntese, o fato de online a leitura não ser linear porque temos os hiperlinks. A prova apresenta essas novas ferramentas e os impactos que elas estão causando na sociedade."

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade