Enem 2020 começa neste domingo e terá medidas sanitárias

5,8 milhões de estudantes estão inscritos em todo o Brasil; prova não acontecerá no Estado do Amazonas por causa do colapso de seu sistema de saúde

17 jan 2021
05h10
atualizado às 08h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 começará a ser aplicado neste domingo, 17, em todo o Brasil, com exceção do Estado do Amazonas. Cerca de 5,8 milhões de estudantes estão inscritos para fazer a prova que neste ano terá uma série de protocolos a serem cumpridos por causa da pandemia do novo coronavírus.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem
O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil / Estadão Conteúdo

A versão impressa ocorrerá nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Estudantes que tenham sido diagnosticados com covid-19 ou apresentem sintomas da doença devem comunicar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pelo telefone 0800-616161 e não precisam comparecer ao exame. Eles poderão fazer o exame na reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Os participantes fazem as provas objetivas de linguagens e ciências humanas, com 45 questões cada, e a prova de redação. Os portões serão abertos às 11h30. Os estudantes podem entrar no local de prova até às 13h, no horário de Brasília. As provas começam a ser aplicadas às 13h30 com previsão de término para às 19h.

O cartão de confirmação de inscrição informa o local onde o estudante terá de fazer a prova. A recomendação é que levem o cartão para a necessidade de verificar alguma informação. O estudante deve comparecer ao local com documento de identificação com foto e caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Por causa da pandemia, a máscara de proteção facial é obrigatória.

Os locais de prova terão de disponibilizar álcool em gel. Os estudantes podem levar o produto. Também é permitido que os participantes levem bebida não alcoólica e lanche. Neste ano haverá um número reduzido de pessoas por sala para garantir o distanciamento social.

No próximo domingo, dia 24, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e de matemática. O Estado do Amazonas, por causa do agravamento da pandemia, teve a prova adiada.

Veja também:

Os heróis que mantiveram a educação caminhando em 2020
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade