0

Tecnologia ajuda produtor a enfrentar novos desafios da agropecuária

11 ago 2017
14h24
  • separator
  • comentários

Em tempos difíceis para a economia brasileira, o setor agropecuário tem sustentado a elevação do PIB (produto interno bruto) no país. No primeiro trimestre de 2017, o setor avançou 13,4%, a maior alta dos últimos 20 anos.
Apesar do bom momento, produtores já estão atentos aos desafios que o futuro reserva para o agronegócio, como o desenvolvimento de novas espécies resistentes a pragas e doenças, a produtividade em áreas de risco para a agricultura e a própria sustentabilidade.

Foto: DINO

Para Alexandre Marques, diretor comercial da Agrotopus, a tecnologia é uma aliada indispensável do agricultor ou pecuarista para que o setor siga avançando. "Para suprir uma demanda crescente, os produtores terão que cultivar em áreas que, em princípio, não são ideais". E ele cita o cultivo do café na região do Cerrado como exemplo: " A tecnologia permitiu a correção do solo, a irrigação adequada, o desenvolvimento de novas variedades para que se pudesse cultivar o café nessa área", afirma Alexandre.

O diretor da Agrotopus ainda destaca que a sustentabilidade deixou de ser uma questão puramente ambiental. "A sobrevivência do agronegócio já depende da aplicação inteligente de defensivos agrícolas e até mesmo do desenvolvimento de um controle biológico de pragas", alerta Alexandre.

Outra grande necessidade do setor —e que deve ser ainda maior em um futuro próximo — é a possibilidade de previsibilidade da safra. Ela fornece aos produtores e demais agentes do mercado informações cruciais para o planejamento financeiro e de investimentos, além de segurança para as atividades de crédito e comercial. A redução da assimetria de informação possibilita operações comerciais estruturadas, como a venda futura.

Tecnologia aplicada

Mas, para que o produtor utilize todos os recursos a seu favor na superação desses desafios, é fundamental não apenas ter a tecnologia, mas a capacidade de análise dos dados obtidos a partir dela.

"O importante não é o dado, mas o que se faz com ele. É isso que garantirá agilidade na tomada de decisão, criando vantagem competitiva, novas oportunidades de negócio e redefinindo o nível de serviço ao cliente", destaca Gustavo Busnardo, diretor de serviços da Agrotopus.

A plataforma tecnológica Agrotopus possibilita integrar informações capturadas por aeronaves não tripuladas, estações meteorológicas e também por sensores instalados em outras máquinas, como tratores, plantadeiras e colheitadeiras. Tudo é analisado e traduzido para uma linguagem fácil. Assim, produtores, gerentes e técnicos das fazendas têm mais subsídios para tomar uma decisão sobre plantio, correção do solo, pulverização, irrigação e colheita.

Plataforma integradora

A Agrotopus integra dados e equipamentos e possibilita que o agricultor gerencie todo o processo produtivo, do plantio à comercialização, garantindo, assim, os melhores resultados, com aumento da produtividade, redução de custos e sustentabilidade ambiental, ou seja, uma verdadeira gestão racional de recursos.
Essas análises ainda permitem decisões tomadas com base em tendências, levantadas por meio de uma avaliação histórica da lavoura.

Com a união de dados de toda a plataforma Agrotopus e de agentes externos, é possível, também, contar com indicadores analíticos, preventivos e preditivos referentes às safras.



Website: http://www.agrotopus.com.br
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade