1 evento ao vivo

Setor de eventos cresce no país e desafia crise

5 jun 2018
14h11
  • separator
  • comentários

Dados da Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos Sociais) dão conta de que a atividade movimentou, em 2016, R$ 226 bilhões no conjunto das cinco regiões brasileiras. Enquanto os eventos sociais geraram R$ 16 bilhões, os corporativos alcançaram a cifra de R$ 210 bilhões. Isso representa 4,3% do PIB nacional.

Foto: DINO

Por outro lado, pesquisa feita pelo Sebrae Nacional e a ABEOC (Associação Brasileira de Empresas de Eventos) registram que a movimentação financeira do setor, em 2002, ficou na casa dos R$ 37 bilhões. O São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB) revela que a cidade de São Paulo é palco para mais de 75 mil eventos por ano - incluindo todas as modalidades.

Nesse contexto, a realização de eventos corporativos e sociais tem incorporado, mais e mais, o conceito de sustentabilidade. Respeito à natureza e ao meio ambiente na forma de receber as pessoas; e a oferta de gastronomia diferenciada, incluindo aquele baseada em produtos orgânicos, são aspectos que famílias e também empresas avaliam quando da escolha do local do seu evento. Logística favorável e qualidade dos serviços também contam muito.

Na Estância Turística de Ribeirão Pires, a 40 Km de São Paulo, a Fiori de Luce ocupa área de 40.000 m², em plena Mata Atlântica. Ali o visitante encontra gastronomia orgânica com produtos da horta do próprio espaço. Salões rústicos exalam tranquilidade. A taberna de licores de produção própria traz a sensação de viagem ao passado.

O auditório principal da Fiori de Luce passa por retrofit completo, para melhor atender os clientes corporativos. O empreendimento já realizou atividades para funcionários da Alcoa e seus familiares. Numa delas, foi feito o plantio de 100 arvores, quando os participantes passaram o dia e puderam experimentar várias comidas sustentáveis.

Também recebeu funcionários da Unilever, quando foram desenvolvidas várias atividades no espaço - incluindo a oferta de deliciosa comida de boteco. Outro grupo da Unilever participou da atividade denominada "botar a mão na massa", que consiste em produzir pães artesanais. Forneceu Café da Manhã à Facesp, que reuniu Associações Comerciais da região do ABC paulista.

Por outro lado, sustentabilidade, preocupação com o ambiente e práticas ecologicamente corretas chegaram também às celebrações sociais. O Casamento Ecológico reflete a preocupação dos noivos em diminuir o impacto na natureza e prega a necessidade de adquirir hábitos de consumo sem desperdícios. A proposta leva em conta o resgate aos antigos casamentos, em que os momentos com a família e amigos são mais valorizados.

Os idealizadores da Fiori de Luce, a biomédica Maria José Pereira Zago (a Zezé Zago) e o marido, Reinaldo Augusto Zago, médico e grande conhecedor de paisagismo e jardinagem, recebem pessoalmente os visitantes, sejam grupos familiares ou participantes de eventos corporativos.

A Fiori de Luce oferece conhecimento e a oportunidade de uma nova percepção do conceito de sustentabilidade. Promove cursos de panificação e alimentação, casamentos ecológicos, eventos de educação sustentável para funcionários de empresas e comemorações.

O binômio Sustentabilidade e Responsabilidade Social, para a Fiori de Luce, implica na compreensão de que o homem faz parte de um sistema de elementos inter-relacionados. "Aqui se adota o lema de que é preciso plantar árvores e implementar ideias sustentáveis. Leva-se em consideração os 7 Rs (Responsabilidade, Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Respeitar, Refletir e Recuperar)", lembra Reinaldo Augusto Zago.

A Fiori de Luce utiliza água da chuva, aproveita resíduos de pedras, materiais recicláveis e racionaliza o consumo de energia. Para contribuir com a região, prioriza mão de obra do entorno e realiza, periodicamente, cursos para pessoas da comunidade.

Empório de Alimentos Artesanais

Fiori de Luce dedica-se à produção de licores, geleias, antepastos, pães, bolos, biscoitos, sorvetes e embutidos utilizando a gastronomia sustentável. Proporciona o aproveitamento integral dos alimentos, gestão de resíduos e diminuição de aditivos químicos na alimentação.

Horta Orgânica

Durante 20 anos, o saibro foi transformado em terra fértil. A adição de matérias orgânicas, compostagem e húmus de minhoca possibilitam o cultivo orgânico, sem adição de adubos químicos e controle natural de pragas. Proporciona às plantas adultas qualidade insuperável na textura, no sabor e no aroma.

No viveiro há um berçário de sementes para produção de plantas saudáveis. A Fiori de Luce também produz mudas nativas e exóticas de árvores, palmeiras, bromélias, orquídeas - entre outros, para comercialização e manutenção dos valores sustentáveis.

Serviço

Fiori de Luce - Espaço para Eventos e Gastronomia Sustentável

Av. Alto da Serra, 655 - Pouso Alegre - Ribeirão Pires - SP

Telefone: (11) 4822-2203

www.fiorideluce.com.br



Website: http://www.pressclub.com.br/sistema/pk_index.asp?id=1607&wpk=Fiori%20de%20Luce

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade