2 eventos ao vivo

Segundo especialista, vender empresas torna-se cada vez mais simples no Brasil

Especialista reforça que a compra e venda de empresas deixou de ser um "bicho de sete cabeças" e aponta oportunidades mais acessíveis e práticas para vender um negócio.

28 jan 2021
03h48
atualizado às 03h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Processo considerado burocrático em épocas passadas, comprar ou vender empresa passou a ser uma operação comum do dia a dia. Diante da evolução tecnológica e do acesso cada vez mais facilitado à internet, os anúncios desse tipo de comercialização ficaram mais fáceis de serem vistos e divulgados e os resultados estão surpreendendo o mercado.

Foto: Pexels / DINO

Assim como todo tipo de negócio, as transações envolvendo aquisições e fusões de empresas foram impactadas nos primeiros meses de 2020, mas retornaram no segundo semestre com força total. Prova disso foi a pesquisa realizada pela Refinitiv, empresa global de dados e especializada no mercado financeiro, que mostrou que o índice de negócios de compra, venda e fusões no Brasil, considerando o terceiro trimestre do ano, cresceu 46% na comparação com o mesmo período de 2019. Em valores, esse volume representou mais de 12 bilhões de dólares.

Para a própria Refinitiv, parte dessa retomada expressiva dos negócios se deve ao sentimento de esperança do mercado quanto à pandemia do novo coronavírus, visto que no período analisado a curva de contaminação no país teve um declínio em muitas regiões.

Essa também é a opinião de Felippe Ferreira, fundador do site meuBiZ , referência em compra e venda de empresas e pontos comerciais . Ele, no entanto, ressalta outro ponto que ajudou a fomentar o setor, e está relacionado às facilidades para comprar ou vender empresas. Usando o meuBiZ como exemplo, Ferreira cita que plataformas especializadas nesses anúncios se expandiram e trouxeram um novo conceito de comercialização, com ferramentas que auxiliam e facilitam empresários a fecharem negócios. É tudo muito prático e a compra ou venda da empresa pode ser feita através de um smartphone no conforto de casa.

Guardadas as devidas proporções, Felippe explica que as operações envolvendo empresas são como comprar um aparelho eletrônico na internet. Nos sites, os investidores interessados podem checar informações sobre o empreendimento, como faturamento e potencial, e informações sobre o vendedor, como os motivos para a venda. "A maior vantagem é comprar um bom negócio que tem um histórico de resultados. Desta forma, não é necessário começar uma empresa desde o início, construindo nome, marca, carteira de clientes, selecionando fornecedores e investindo em outras áreas do negócio. O empreendedor já inicia com um negócio previamente ativo e, com isso, pode-se ganhar tempo, dinheiro e reduzir os riscos", revela.

Para o empresário que tem interesse em vender a empresa, os sites prometem a mesma facilidade. Segundo, Ferreira, o empreendedor pode inserir o anúncio e alcançar um público nacional, o que facilitaria e aceleraria o processo de venda. De acordo com ele, "somente na cidade de São Paulo são quase 900 empresas à venda disponíveis, além de pontos comerciais para alugar . Além disso, há diversos outros filtros disponibilizados para facilitar a busca pelo negócio", destaca.

Diante das oportunidades disponíveis, o especialista orienta que os interessados no assunto façam uma boa pesquisa para que, além das facilidades de comprar ou vender a empresa, eles possam também fazer um bom negócio ao empreenderem.



Website: https://meubiz.com.br/

Veja também:

Vídeo mostra acidente envolvendo carretas no trevo em São Miguel do Iguaçu
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade