0

Receber amigos e familiares em casa se torna alternativa mais econômica nos grandes centros urbanos

27 jun 2019
09h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A vida corrida dos grandes centros urbanos como São Paulo e Rio de Janeiro e os altos custos para comer fora, têm tornado o hábito de receber em casa mais presente no dia a dia das metrópoles brasileiras nos últimos anos. A conta de refeições em restaurantes, opção comum para confraternizações e encontros sociais, ficou com índices acima da inflação, nos dois últimos anos, de acordo com a Associação das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT), em pesquisa realizada em 51 municípios de todas as regiões do país.

Foto: DINO / DINO

Os minieventos em casa se tornam uma opção mais econômica, que marca o retorno da valorização de momentos intimistas e que trazem o carinho do "feito em casa", sem perder o charme e a elegância. Esse comportamento é um dos fatores que vem alavancando o setor de utilidades domésticas que já se mostra como um dos de maior crescimento no Brasil. O setor de utilidades domésticas movimentou US$ 11,7 bilhões em 2010 e hoje já se configura uma média de crescimento de 23% no último ano, segundo pesquisa da Euromonitor.   

Eventos para quem quer receber: do hobby ao trabalho

Essa tendência inspira eventos que pretendem descomplicar para o público, aproximando da realidade do dia a dia, assuntos como etiqueta, mesa posta e chá da tarde.  No sábado (08/06), a especialista em etiqueta e boas maneiras e table decor, Fabi Calvo e a jornalista e especialista em etiqueta e comportamento Claudia Matarazzo assinaram em conjunto o evento Table Ware & Décor, Etiqueta e Chá da Tarde que misturou palestras, quitutes e experiências práticas de composição de mesa.

Reforçando ainda mais o espírito de receber no aconchego de casa, o encontro teve como cenário a Casa do Anfitrião, no Alto Pinheiros, em São Paulo. O espaço é dedicado a receber eventos intimistas, gastronômicos, culturais e artísticos. Hospitalidade e acolhimento marcaram o evento. No salão principal, aconteceram as palestras e em três salas auxiliares, mesas com todos os pré-requisitos de um "Afternoon Tea Inglês" foram montadas para receber os participantes.

No jardim da casa, marcas de pimentas artesanais, comida viva, caixas de papel marché artesanais e bijouterias artísticas brindaram o público com os seus produtos em um minibazar. Claudia Matarazzo também assinou seu livro mais recente "Amor sem frescura", pela editora Planeta, tema que veio a calhar, na semana do dia dos namorados.

Entre os presentes estavam professoras de etiqueta, cerimonialistas, decoradores e influencers do segmento.  Ao longo do dia, a programação respondeu aos questionamentos dos participantes e levantou a provocação: "Só beleza põe mesa?". Durante o evento, houve um almoço especial preparado pelos chefs Thiago Ebert e Madu Trama. O ponto alto do dia ficou por conta de um legítimo afternoon tea, orientado pela especialista no tema Fabi Calvo e regado com todas as delicadezas que compõem esse menu que já faz parte da rotina inglesa desde o século XIX e se espalhou mundo afora. Para além dos já consagrados almoços e jantares, o chá é uma excelente opção para receber em casa.



Website: http://www.allureeventos.com.br

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade