7 eventos ao vivo

Procura de emprego após os 50 anos. Quais as estratégias necessárias?

8 out 2019
17h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Em 2019, 13% da população brasileira é de adultos maduros e em 2060 um terço da população será de idosos. Segundo dados do IBGE, um bebê nascido em 2017 tem estimativa de viver até os 76 anos. Em 1940, a projeção era de apenas 45 anos e 6 meses. Essa diferença mostra como a população tem vivido mais e, por esse motivo, o número de idosos tem crescido. Além disso, a chamada "terceira idade" está cada vez mais ativa, retornando para o mercado de trabalho. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou, em 2018, que a população idosa representa 7,8% dos trabalhadores formais no País. O mercado de trabalho atual conta com a absorção desta mão de obra. Existem oportunidades nesta nova fase, mas procurar emprego após os 50 anos não é uma tarefa fácil. Especialistas, sugerem como estar atento a estas oportunidades, entender suas qualidades e se aperfeiçoar para conquistar uma vaga.

Foto: DINO / DINO

Neiva Gonçalves, diretora de carreira especializada em recolocação de executivos, analisa pontos estratégicos de profissionais acima dos 50 anos que contratam assessoria estratégica para recolocação no mercado de trabalho brasileiro: "Há diversos benefícios aos contratantes nesta parceria, profissionais acima dos 50 anos possuem visão de mercado e experiência, são profissionais que em sua maioria não possuem filhos pequenos, precisando se ausentar para acompanhamento educacional e de saúde, ao contrário os filhos já estão criados, este profissional tem foco em qualidade de vida e objetivos bem traçados e acima de tudo a resiliência, a capacidade de saber ouvir e a habilidade de passar por crises sem abalos.

Interessante para o profissional, entender seus pontos positivos e perceber os pontos negativos na hora de candidatar-se. A falta de habilidade tecnológica é o principal fator da não contratação de profissionais maduros: "O profissional acima de 50 anos, que deseja se recolocar no mercado de trabalho, necessita entender as novas regras e se atualizar, desde aprendizado tecnológico como apresentação pessoal. Nenhuma empresa deseja estar fadada a pensamentos retrógrados. É importante que este candidato tenha disponibilidade em se conectar com este novo pensamento, tanto na escolha de suas roupas como em seu nível de conhecimento da tecnologia. A tecnologia já atingiu quase todas as áreas e é fundamental que este profissional maduro se atualize através de cursos". comenta Neiva.

 Atualize suas habilidades de entrevista

Há muitos casos de profissionais que não participam de entrevistas há bastante tempo, "Tudo que este profissional não quer é desperdiçar uma entrevista e se sentir deslocado", explica Luciano Mello, vice-presidente da Success People empresa de desenvolvimento pessoal e gestão de pessoas, que conecta trabalhadores mais velhos com empregadores. "Toda entrevista é um processo de aprendizado, a Success atua no ponto principal neste caminho, a proteção de uma renomada carreira. Não é confortável ser dispensado depois de anos no mercado e receber não de concorrentes. Sentir-se despreparado com um currículo impecável. Por isso, realizar várias entrevistas com psicólogos especializados é o diferencial na hora da recolocação".

Foi exatamente assim que Mara Faria, encontrou o caminho de volta para o mercado de trabalho, depois de se preparar com a equipe da Success como ela própria comenta: "O preparo para minha recolocação foi o estímulo à minha autoconfiança, inteligência emocional e resiliência para lidar com os desafios de estar empregável. Busquei estar informada regularmente sobre minha área de atuação e novidades do mercado financeiro. Não há idade para a busca do novo e do desconhecido, pelo contrário, novos conhecimentos e desafios são antídotos para uma vida feliz, tanto pessoal como profissional. Tive pessoas ao meu lado que acreditavam em mim e isso fez a diferença, como o que ouvi do CEO da empresa Barão Brinquedos, Rogério Ness (Não lhe acho velha para trabalhar, dentro dessa cabecinha tem muito aprendizado e conhecimento para dividir com aqueles que estão começando...) Se eu pudesse dar dicas, seriam: Coragem para continuar, trabalhe sua autoestima, inteligência emocional e resiliência. Informe-se regularmente e o principal: Não tenha medo do novo! Mara Faria tem 52 anos e se recolocou como coordenadora financeira recentemente.

A Success People atua em todo o território brasileiro com uma equipe especializada de profissionais renomados no mercado. Quer saber mais, venha nos conhecer em www.successpeople.com.br



Website: http://www.successpeople.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade