0

Mercado de US$ 26,50 bilhões até 2021 movimenta cena brasileira

16 abr 2018
17h49
atualizado às 23h04
  • separator
  • comentários

O mercado de software corporativo será o responsável por puxar os investimentos em tecnologia feitos por empresas de todo o mundo em 2018 - que, segundo o Gartner, deverão somar um total de US$ 3,7 trilhões.

Só entre os sistemas citados, o crescimento será de 9,5% este ano e 8,4% em 2019, movimentando cifras na casa dos US$ 421 bilhões. Neste universo, os softwares de Analytics, em especial no formato software as-a-service (SaaS), roubarão a cena.

Um movimento que vem acontecendo há alguns anos e tende a continuar: de acordo com pesquisa da Zion Market Research, entre 2016 e 2021 a fatia de mercado de Business Intelligence no mundo aumentará a uma média de 8,4% ao ano, atingindo um montante de US$ 26,50 bilhões.

Mercado em expansão que inclui a forte participação de players brasileiros. Um deles, a BIMachine, fornecedora de aplicações de BI e BA, que aposta também em uma plataforma para criação de aplicações analíticas em Cloud.

A empresa fará o lançamento de uma plataforma do gênero, a BIM Store, durante o ERP Summit 2018, que ocorre em São Paulo e é considerado o principal encontro do mercado de software de gestão empresarial do Brasil e América Latina.

Douglas Scheibler, CEO da BIMachine, explica que a apresentação da BIM Store no evento é voltada a conquistar o grande público presente.

"Foram mais de 1 mil visitantes na edição passada e esperamos contar com público nesta linha novamente. Dentro disso, oportunidades deverão surgir, e estamos indo para o evento prontos para aproveitá-las", comenta.

A BIMStore é um market place onde parceiros podem acessar apps prontos para reforçar seus produtos, incrementar seus portfólios e melhorar ainda mais a oferta e entrega a seus clientes, sem precisar fazer qualquer investimento em desenvolvimento.

Além do lançamento, a empresa também apresentará no evento o BIMachine, software de BI que traz ganho de tempo e agilidade para equipes de TI, já que permite aos CIOs mostrar os resultados de forma rápida e simples para a direção das empresas, além de transformar todo colaborador de uma companhia em analista.

"Para a BIMachine, é importante fazer parte do universo deste evento que reúne os principais fornecedores de sistemas de gestão e inteligência de negócios do país, e estar frente ao público interessado em tais soluções. É o ambiente certo para demonstrarmos nossa solução, serviços e expertise", finaliza Scheibler.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade