0

Jovens realizam 5ª edição da ONU Jovem, Simulação das Nações Unidas

11 ago 2017
13h49
atualizado às 14h01
  • separator
  • comentários

Durante três dias, de 10 a 12 de agosto, ex-alunos e alunos da 1ª à 3ª Série do Ensino Médio do Colégio Nossa Senhora das Dores, participarão da quinta edição da ONU JOVEM, Simulação das Nações Unidas. Com a participação de professores de todas as matérias, o evento tem como principal objetivo simular as conferências nacionais e internacionais, para que alunos possam vivenciar o ambiente diplomático, além de aprimorar habilidades como negociação, argumentação, oralidade, autonomia, confiança e liderança. Além de possibilitar aos estudantes desenvolverem suas capacidades de percepção e compreensão dos acontecimentos internacionais, através de temas que certamente estarão na prova do ENEM e dos principais vestibulares do país.

Foto: DINO

Todo o evento é protagonizado pelos alunos que participam de toda a organização e se dividem em comitês. A ONU Jovem do CNSD abre ainda caminhos para a escolha profissional dos alunos. Segundo os professores vários ex-alunos decidiram por cursos, como Relações Internacionais e Direito, após participarem das simulações.

Ao longo do evento, divididos em seis comitês, os alunos vivenciarão a rotina de diplomatas e defenderão a política externa de suas representações. Após as apresentações e discussões, os comitês devem formalizar as soluções encontradas para cada um dos temas debatidos. Entre os assuntos desta edição, serão abordados, 23ª Conferência das Partes (COP 23, 2017), Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), Onu Mulheres, Comissão Anticorrupção, Conferência dos Estados Americanos para Debate das Políticas Carcerárias e Nomandy Campaign.

Para Raquel Abood, ex-aluna do CNSD, estudante do segundo ano do curso técnico integrado de Química no CEFET e diretora assistente do comitê da 23ª Conferência das Partes da ONU Jovem, que participou da edição de 2015 do evento enquanto era aluna, com as simulações, ela desenvolveu o entendimento de um mundo que é de todos, "sendo responsabilidade cuidar do planeta, mantendo sua segurança ambiental e humanitária. Aprendi também a importância do acesso não segregado à informação", explica.

Conheça melhor os assuntos que serão discutidos na ONU JOVEM

23ª Conferência das Partes (COP 23, 2017): considerando o contexto social, econômico e político atuais de cada um dos países, este comitê simulará a 23ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), para analisar e revisar a implementação os acordos e planos para a mitigação e adaptação dos países às mudanças climáticas, em especial o Acordo de Paris, adotado no ano de 2015 na COP 21. A mesa diretora do comitê 23ª Conferência das Partes (COP 23, 2017), contará com a presença de uma diretora geral e uma diretora assistente, que igualmente auxiliam no processo de formulação do tema do comitê.

Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU): a finalidade do Conselho de Segurança é propor resoluções de conflitos e guerras internacionais para garantir a manutenção da paz e da segurança internacional. O comitê introduzirá questionamentos que devem ser discutidos nas simulações, envolvendo uma série de outras questões que farão parte da formulação de estratégias de negociação do comitê.

ONU Mulheres: com o tema "eliminação e prevenção de todas as formas de violência contra mulheres e meninas", este comitê remete a uma realidade que afeta diariamente milhares de mulheres e meninas ao redor do globo. O comitê propõe, através de diálogos e discussões, chegar a conclusões e medidas que contribuam para a mudança desse cenário.

Comissão Anticorrupção: este comitê se baseia em uma comissão que analisará e fará documentos contra corrupção.

Conferência dos Estados Americanos para Debate das Políticas Carcerárias: considerando a crise penitenciária atual, essa conferência servirá para discutir sobre a crise, a condição a que os presos são submetidos - dentre elas, a superlotação dos cárceres, o maior motivo das prisões e o perfil desses presos. Os delegados devem refletir sobre as políticas carcerárias na América Latina e eles desenvolverão uma discussão coerente e proveitosa nos dias da simulação.

Nomandy Campaign: o objetivo do comitê é simular uma real situação de guerra, onde as unidades envolvidas na Normandy Campaign buscam cumprir seus objetivos, previamente dados, e triunfar em um dos embates mais famosos da Segunda Guerra Mundial.

SERVIÇO ___________________________________________
JOVENS VIVENCIAM A ROTINA DE DIPLOMATAS
Dia: 10 a 12 de agosto
Local: Colégio Nossa Senhora das Dores
Informações: http://cnsdbh.com.br/onujovem/
Endereço: Francisco Sales, 77 - Floresta.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade