1 evento ao vivo

Eventos de final de ano aquecem o mercado de pulseiras de identificação

21 out 2019
17h37
atualizado às 19h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O mês de dezembro é marcado por ser um mês de celebração, mudança e renovação. É o fim do ano e, com ele, as diversas festas e tradições agitam o mercado de festas, eventos e cerimonias também. Para se ter uma ideia, segundo dados da Associação Brasileira de Eventos (Abrafesta), esse mercado movimentou mais de R$ 17 bilhões apenas no ano de 2018 no Brasil. Sabendo disso, é natural que empresas que atuam na área se animem desde já para investir nos eventos de final de ano.

Foto: DINO / DINO

Ediomar Ribeiro, fundador da Mania Vip, loja virtual que tem as pulseiras de identificação como um de seus principais produtos, conta por que as empresas tendem a investir mais nessa época. "Os eventos de fim de ano costumam ser marcados por festas tradicionais, sejam de natal ou de ano novo. Por isso, o aumento na procura de itens que façam com que esses eventos sejam mais seguros é natural. Ao mesmo tempo em que as pessoas querem sair e se divertir, também querem se sentir seguras e tranquilas no local da festa", diz Ediomar.

O mercado de eventos aquecido para o fim de ano não é nenhuma novidade. O setor de turismo, por exemplo — segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo —, é um dos que mais cresce no mundo. Só no Brasil, já representa 8% da economia de todo o país. E quando as pessoas viajam, sobretudo nessas datas, é comum que a procura por festas seja muito maior, o que faz com que empresas procurem alternativas para melhorar a segurança de seus eventos.

Outro ponto importante a ser levado em consideração, é o grande apego que o público brasileiro tem com eventos tradicionais como os de fim de ano. É o que afirma Ediomar Ribeiro. "Se tem uma coisa que as pessoas não querem abrir mão é de se divertir, de estar com a família, com os amigos. Sobretudo quando se trata de eventos tão tradicionais como o natal ou o ano novo. Por isso o mercado está sempre em constante concorrência, mesmo que outros segmentos estejam mais em baixa", conta ele.

Mas a grande procura pelas pulseiras de identificação não é um benefício apenas para o público, que são os usuários finais do produto. Segundo Ediomar Ribeiro, esse simples item também traz diversos tipos de benefícios para os organizadores de eventos, sobretudo financeiros. "Trata-se de um item simples, que não custa muito caro e que é extremamente eficaz. O organizar gasta pouco e o controle de pessoas dentro do evento fica muito mais fácil. Dessa forma, todo mundo sai ganhando", conta o empresário.

Independentemente do que gera a demanda para que o mercado de pulseiras de identificação fique mais aquecido no fim de ano, a verdade é que o segmento de festas e eventos deve ser mais uma vez um dos mais visados e lucrativos. Sabendo disso, muitas empresas já pensam em como fazer para usar essa nova tendência a seu favor.

Se os eventos de final de ano são uma tradição que o brasileiro não costuma deixar de lado, nada melhor do que estar em um ambiente seguro e que proporcione a tranquilidade necessária para que todos possam aproveitar essas festas. Portanto, seja por conta dessa grande sensação de segurança ou pelo simples fato de ser algo mais prático e simples para os organizadores de eventos, as pulseirinhas tendem a ser um dos itens mais procurados nessa data. Isso acaba fazendo com que esse mercado fique cada vez mais aquecido, gerando mais empregos e fazendo com que os números do segmento sejam ainda maiores nessa época.



Website: https://www.maniavip.com/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade