1 evento ao vivo

Empresas anunciam parceria que promete revolucionar setor logístico

Maior produtividade da frota e geração de ganhos para todos os envolvidos, especialmente para os caminhoneiros, são os grandes objetivos da Cargolift e da startup Matrixcargo, que investiram pesado em inteligência artificial

22 jan 2021
18h34
atualizado em 24/1/2021 às 21h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pelas estradas do país circulam pouco mais de 2 milhões de caminhões, segundo a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística). Mas, nem sempre as viagens têm cargas quando os motoristas estão voltando para casa. E um caminhão rodando vazio é um alto gasto para o transportador. Em outras viagens, alguns veículos andam com muitos espaços na carroceria, mas poderiam compartilhar o transporte de mercadorias para redução de custo e mais lucro dos envolvidos. Outros deslocamentos demoram além do necessário, por conta das janelas de espera para carregamento ou descarregamento do caminhão. Tudo porque alguns processos, na maioria das operadoras logísticas, ainda são manuais, com dezenas de planilhas e, mesmo com tantos números, falta análise dos dados.

Foto: DINO / DINO

Ao viver na pele esta situação, e compreendendo que diversos setores estavam perdendo em lucratividade, a operadora logística Cargolift, responsável por cerca de 15 mil viagens mensais, resolveu investir em algo que pudesse otimizar seus resultados. Foi aí que ajudou no desenvolvimento da startup curitibana Matrixcargo, cujo objetivo é automatizar processos de logística por meio de inteligência artificial. O valor dos investimentos é mantido em segredo.

"Nosso time viajou para o Vale do Silício (EUA), Europa e Israel, em busca de inspiração. Não encontramos nada parecido que reunisse todas as ferramentas que precisávamos, foi quando apostamos na Matrixcargo. Sempre pensamos de forma disruptiva e a parceria entre as empresas vai trazer muitos benefícios para ambas. Especialmente aos caminhoneiros, que terão o seu trabalho otimizado e poderão ganhar mais. Nosso objetivo é o ganha-ganha", explica o CEO da Cargolift, Markenson Marques.

A Cargolift é a primeira cliente da Matrixcargo. Por enquanto a startup oferecerá o serviço Otimizador Matrix. Trata-se de um robô que interage com todas as áreas da operadora, gera agilidade e automação dos processos, além de desburocratizá-los. "A expectativa é que a plataforma gere ganho para toda a cadeia, embarcadores, transportadores e motoristas. Esperamos reduzir em até 70% os custos com deslocamento vazio, aumentando a produtividade da frota própria e agregados, e em consequência proporcionar redução de custos para os nossos clientes", destaca o CCO da transportadora, Marcos Rosa.

Para lidar com o robô, e também fazê-lo aprender os dados da operadora logística, bem como do setor de transportes, a Cargolift precisou contratar "professores de robôs". "Usamos este termo para descrever a atuação do nosso novo tipo de colaborador. Essas contratações vão de encontro com a qualidade das informações que precisamos no sistema. O robô precisa entender o nosso processo, as nossas informações, então a gente busca profissionais e está desenvolvendo pessoas para que elas possam alimentar o sistema corretamente, e ensinem o robô a expertise que reunimos ao longo de 26 anos para que ele possa atender às nossas necessidades", explica Natalia Anile Santos, gerente corporativa de gente e gestão da Cargolift.

O robô faz parte da CCO Matrix, a central de controle operacional que está sendo inaugurada este mês na Cargolift. Além de acompanhar tudo que acontece em todas as suas viagens, a operadora consegue depurar milhares de dados em segundos. E é por isso que a Matrixcargo já nasce com um grande know how em operações logísticas. Aliou colaboradores experientes na área e uma das maiores operadoras logísticas da região sul à nova realidade do setor, que foi impulsionada pelas compras online, segundo Guttemberg Silva, gerente de projetos da startup. "Para o cenário atual, em um momento onde as plataformas de e-commerce crescem vertiginosamente nesta nova realidade de pandemia, a Matrixcargo, através do Otimizador Matrix, traz ao mercado processos logísticos mais assertivos, reduzindo o número de veículos de carga em viagens vazias, maior aproveitamento das caixas de carga por veículo nas estradas e rotas inteligentes, reduzindo, assim, o número de quilômetros improdutivos", afirma.

Ao reduzir a quantidade de veículos transitando sem carga, há também a redução da poluição proveniente dos caminhões, segundo o engenheiro de machine learning da Matrixcargo, Angelo Manzatto. "Como o objetivo é trazer uma redução significativa no deslocamento de veículos transitando sem carga, isso também vai contribuir para a redução de emissão de CO2".

A parceria entre a Cargolift e a Matrixcargo, neste primeiro momento, está desenvolvendo um projeto piloto, mas já prevê o lançamento de outros produtos. "A Matrixcargo possui um laboratório incrível com a parceria gerada com a Cargolift. Conseguimos validar nossas hipóteses em um ambiente real, gerando soluções que realmente geram impacto. E logo apresentaremos outros produtos ao setor logístico", anuncia Rodrigo Favero, cofundador e CTO da Matrixcargo.  

"Sonhamos com a transformação que estamos vivendo hoje lá em 2017, quando reunimos nossa equipe em um evento para pensar de forma disruptiva. As mudanças no setor logístico precisam ocorrer de forma colaborativa. Precisamos pensar em todos os envolvidos na cadeia, principalmente no caminhoneiro. Quando as outras ferramentas da Matrixcargo estiverem disponíveis, certamente será uma revolução no setor", conclui Markenson Marques.



Website: https://www.cargolift.com.br

Veja também:

Jovem de 25 anos suspeito de estupro é detido pela Polícia Militar
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade