0

Empresa destaca dicas para montar um cardápio e aumentar as vendas online

8 jul 2020
17h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pedidos de comida por meios digitais são parte de um segmento em expansão. Como resultado, há o surgimento de diversas plataformas que permitem a realização deste tipo de serviço. Sendo assim, qualquer restaurante, bar, pizzaria e afins precisa pensar em estratégias para se destacarem neste setor.

Foto: DINO / DINO

Pensando nisso, a WBAGestão separou dicas para montar um cardápio e aumentar as vendas.

Para melhorar o alcance e, assim consequentemente aumentar as vendas online, é preciso montar um cardápio atrativo e bem organizado, levando o público a ter uma boa impressão inicial. Com isso, a experiência de consumo já começa positiva, o que faz com que as chances de que ele conclua a compra aumentem.

Por isso, montar um cardápio online bem organizado leva a um crescimento exponencial e permanente no número de pedidos e vendas.

1. Explicações precisas sobre os pratos

Quando pessoas vão ao restaurante, podem fazer perguntas ao garçom no momento de pedir. No delivery, esta janela é muito menor.

Então, a primeira dica: Montar o cardápio de forma clara e precisa é fazer com que seja altamente explicativo. Todos os pratos devem ser detalhados. O pior cenário é o cliente realizar o pedido imaginando uma refeição e receber uma diferente por falta de clareza no menu.

2. Fotos reais dos pratos

Uma tentação dos estabelecimentos é colocar fotos lindas, mas que não sejam exatamente do prato vendido. E isso pode ser decepcionante para o cliente.

Por isso, o ideal é tirar fotos reais dos pratos produzidos. Obviamente, imagens boas e bem feitas, coloridas. Mas é fundamental que representem, na prática, a refeição que será entregue.

3. Menos variedade, menos qualidade

Alguns pratos funcionam para quem vai ao restaurante comer, mas nem sempre são ideais para delivery, por conta de esfriamento, dificuldade de embalagem etc.

Por isso, no momento de escolher qual será o cardápio, é preciso priorizar pratos aquele que se encaixe melhor no processo de entrega.

Esta dica não está diretamente ligada ao sistema de criação do cardápio, no sentido tecnológico, como os pontos citados anteriormente. De qualquer forma, é importante também neste aspecto, pois um menu mais enxuto também confunde menos o cliente.

4. Organização correta do cardápio

Outro ponto importante é realizar uma divisão clara por estilos de comida. Quando o cliente pensar em pedir, é muito possível que tenha uma ideia sobre o que vai querer: pizza, massa, carne etc.

Então, o ideal é que esta divisão já esteja clara para ele, ao abrir o site/app. Assim, ele pode ir diretamente ao setor desejado, escolhendo apenas o sabor e os detalhes que agradem mais. Isso, certamente, melhora a experiência e aumenta a chance de venda.

5. Divulgação maciça

Por fim, além das qualidades tecnológicas e de montagem do cardápio, a divulgação também é fundamental. Por isso, realizar divulgações em redes sociais, parcerias com aplicativos de entrega entre outras ações, pode ser essencial e eficiente. 



Website: https://wbagestao.com/

Veja também:

Explosão no Líbano: BBC visita epicentro do desastre no porto de Beirute
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade