1 evento ao vivo

COVID-19 X Agência de Comunicação: divulgador de notícias destaca cinco ações para superar a crise

25 mar 2020
14h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Segundo o Ministério da Saúde, Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, sendo que seu novo agente foi descoberto em dezembro de 2019, na China. Este provoca a doença chamada COVID-19.

Foto: https://www.shutterstock.com/pt/ / DINO

De acordo com as informações da Johns Hopkins University, a pandemia do novo coronavírus já atingiu 160 países, infectando 350.536 pessoas e matando 15.328. No Brasil, segundo as últimas informações do Ministério da Saúde, subiu para 34 o número de mortes por conta do coronavírus. Por aqui, as secretarias estaduais de Saúde já contabilizam 1.941 infectados em todos os estados.

Além disso, a pandemia mundial do COVID-19 está gerando prejuízo a diversos setores. De acordo com a agência de notícias Bloomberg, a estimativa é de que, no total, esta crise resulte em uma perda de US$ 2.7 trilhões à economia global.

Neste cenário, cidadãos, empresas, instituições, indústrias e todas as demais camadas da sociedade estão se perguntando "O que fazer?". Há muito a se fazer, de fato, e as possibilidades de ações positivas são múltiplas.

Comunicar é preciso

Não é novidade que, em tempos difíceis, a comunicação e o marketing são os primeiros afetados; mas não deveria ser assim, já que estas são ferramentas importantes para superar os impactos.

Além do mais, um dia o coronavírus vai passar e todos irão voltar às suas próprias vidas. Por isso, as marcas devem se preparar para amenizar os efeitos da crise e voltar ao mercado com força total, depois desta fase difícil.

Diante das preocupações no mercado de comunicação, e vendo as dificuldades de seus clientes, o DINO, agência de notícias corporativas — em parceria com o Grupo Comunique-se —, construiu um plano de ação ágil e eficaz para reduzir, desde já, os impactos da crise no setor.

A seguir, vale conferir os melhores insights da equipe do DINO que reúnem ações para uma agência de comunicação superar a crise do COVID-19:

1 - A crise vai passar, por isso é preciso estar preparado

É necessário conscientizar os clientes de que não é inteligente desaparecer do mercado neste momento. Isto resultaria em um tempo perdido que, por sua vez, deveria ser utilizado para otimizar as campanhas atuais, visando elevar o ROI.

Até porque, tão logo a crise passar, o poder de compra irá subir e, aos poucos, o mercado irá se estabilizar novamente. Vale lembrar que quem está trabalhando para isso desde já terá vantagens no futuro.

2- Fortalecer a marca do cliente antes que o concorrente faça isso

É preciso deixar claro para o cliente que este é o momento de aproveitar para fortalecer sua marca. Realizar campanhas de brand awareness, estar presente na cabeça do público nesta fase e deixá-lo com vontade para que depois ele se lembre da marca.

3 - Reter o cliente oferecendo outros serviços de comunicação

Os empresários, apavorados com as perspectivas de prejuízo a longo prazo, já começaram a realizar cortes orçamentários e de pessoal. Começando pelos que não parecem ser cruciais para a vida das empresas.

Isso não deve ocorrer com nenhuma agência. Assim, vale estimular o cliente a continuar utilizando os serviços. Manter as campanhas ativas e mais otimizadas do que nunca, realizar as entregas com ainda mais qualidade. E, caso o cliente tenha cancelado algum dos serviços, é possível converter seu contrato em outros serviços e retê-lo por mais tempo.

4 - Assessoria de imprensa: a hora é agora

Muitas marcas, em pânico, saíram da mídia. E com menos competição no envio de releases para jornalistas de redação, as chances de conseguir emplacar uma pauta na mídia são imensamente maiores. Este insight é uma oportunidade de agregar valor na entrega para o cliente e, ainda por cima, oferecer um serviço a mais.

5 - Oportunidade na crise: setores aquecidos

Nem todos os setores foram prejudicados pela crise, alguns estão até se beneficiando. Um gráfico extraído do site Neil Patel aponta que setores como finanças, alimentação, saúde, mídia e indústria farmacêutica tiveram um aumento no tráfego de seus sites desde o início da pandemia.

Além disso, quando se fala de lucros, os serviços de streaming, farmácias, supermercados, restaurantes com delivery, empresas de mídia (notícias), ferramentas de home office e e-commerces são alguns dos negócios que têm visto suas vendas dispararem.

Nestes casos, está aberta a oportunidade para que as agências de marketing possam sugerir ações inovadoras, respondendo como essas empresas podem ajudar seu cliente durante e após o COVID-19.

Plano de ação

De acordo com a equipe de marketing do DINO, é hora de executar um plano de ação para mostrar resultados, reter os clientes e justificar a importância estratégica nos negócios.

O DINO é um divulgador de notícias online que amplia a visibilidade de empresas na mídia, através da publicação garantida em grandes portais. Para falar com a equipe do DINO pelo chat, basta acessar:

https://dino.com.br/



Website: https://dino.com.br/

Veja também:

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade