7 eventos ao vivo

Business Intelligence: o mercado que vem otimizando as corporações

Instituição completa 10 anos implantando em empresas uma cultura orientada a dados.

9 fev 2018
12h36
  • separator
  • comentários

Os avanços tecnológicos estão em constante mudança, o que abre inúmeras portas para o de Data Analysis — mercado que tem muito a oferecer para os brasileiros em 2018. A MarketsandMarkets prevê que o mercado de Business Intelligence e Analytics cresça de 17.9 bilhões de dólares em 2015, para 26.78 bilhões até 2020, em uma Taxa Composta Anual de Crescimento (CAGR - Compound Annual Growth Rate) de 8,4%. A partir desta análise, é possível perceber que ao longo dos anos o maior volume de dados abre os olhos das empresas para o investimento e aplicação dos conceitos de Data Intelligence.

Foto: DINO

De acordo com pesquisa feita pela IDC em 2016, dentro de três a cinco anos, as organizações terão que se comprometer a uma transformação digital em grande escala, incluindo suas culturas e transformações operacionais. Outro ponto levado em consideração relata que mudar a forma como as empresas interagem com essas tecnologias, será obrigatório para organizações que esperam aumentar a receita ou a quota do mercado. Ou seja, o número de empresas com demanda pela análise desses dados tende a crescer consideravelmente.

Pensando nisso, a Oncase, empresa de Big Data e Analytics, nasceu há 10 anos, com o objetivo de transformar a cultura de instituições tradicionais do Brasil com orientação plena a dados. A empresa, situada no Porto Digital, coração tecnológico do Recife, tem como principal função fornecer soluções analíticas de ponta a ponta, com execução para grandes massas de dados, a partir de técnicas avançadas de visualização integradas a diferentes sistemas e serviços externos de enriquecimento de bases e consolidação destas. Tudo isso através de soluções de Business Analytics, Intelligence e Big Data. "Com o aumento da necessidade das empresas em investir em dados, o número de projetos realizados cresceu substancialmente e nos tornamos cada vez mais referência na área e especialistas no assunto", comenta o diretor executivo Iandé Bailey Coutinho.

Todo o ciclo da informação, desde a extração, transformação e carga de dados estruturados e não estruturados são atendidos e integrados com os principais bancos de dados do mercado. Dessa forma, uma análise mais detalhada da informação é proporcionada, visando a criação de relatórios com informações consistentes e a publicação e distribuição dentro da corporação em painéis múltiplos, no formato de dashboards. "O foco da transformação digital hoje são sistemas intensivos em dados. Com isso, desenvolvemos o método que permite que os clientes possam medir o resultado do investimento em um espaço de tempo curto. Algo que faz total diferença quando aplicado a uma empresa", explica Iandé.

Um estudo realizado em 2016 pela Forbes Insights, a partir de entrevista com executivos de TI e negócios, concluiu que cerca de 60% das empresas planejam aumentar seus investimentos em soluções de Business Intelligence, graças aos benefícios decorrentes desta tecnologia. De acordo com o diretor executivo, ter uma cultura orientada a dados auxilia na otimização do trabalho da organização, permitindo a redução de custos e a eliminação da duplicação de tarefas, por exemplo. "Além disso, permite previsões de crescimento da empresa como um todo e contribui para a elaboração de estratégias", finaliza.

O conceito de Big Data torna-se cada vez mais estratégico para qualquer empresa a partir dos avanços da internet que permitem um crescimento da disponibilidade de informações. Antes, as rotinas e processos importantes realizados pelas organizações demoravam muito para rodar com soluções tradicionais. Porém hoje, abre-se mais espaço para organizações que, assim como a Oncase, utiliza Data Analytics para antecipar e solucionar possíveis problemas e tomar decisões mais eficientes.

A tecnologia de Business Intelligence e Analytics surgiu para atender novos requisitos organizacionais de acessibilidade, agilidade e uma visão analítica mais profunda. "Hoje é fácil uma empresa ficar sobrecarregada com a confusão de dados e relatórios vindos de diversos sistemas e ferramentas. É nesse cenário que as empresas tendem a viver cada vez mais, fazendo necessário o auxílio das instituições de Big Data e Analytics modernas", detalha Iandé. Em 2018, a expectativa é que esta cultura de análise continue a se espalhar e torne-se uma norma de trabalho.



Website: http://www.oncase.com.br/pt
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade