1 evento ao vivo

A importância da Apex-Brasil na promoção dos cafés especiais brasileiros

15 abr 2019
11h37
  • separator
  • comentários

Desde 2008, o setor de cafés especiais do Brasil ganhou um parceiro fundamental na promoção comercial internacional, com reforço da imagem dos produtos nacionais em todo o mundo, posicionando o país como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas. Trata-se do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em fundamental parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Foto: DINO / DINO

Estruturado sobre os pilares de inteligência, com análise do potencial de mercados internacionais; da promoção, com participação em importantes feiras e fóruns internacionais; e da imagem, com a ratificação de "Brasil. A Nação do Café", o projeto fomenta o segmento de cafés especiais do país, ampliando os números em todos os elos da cadeia produtiva.

A produção vem registrando crescimentos médios anuais de 15% desde a implantação do projeto, com o Brasil colhendo mais de 9 milhões de sacas de cafés especiais em 2018. É necessário frisar que esse salto foi dado ao longo da última década, através da atuação e dos trabalhos de conscientização que Apex-Brasil e BSCA realizam nas duas pontas: consumidor e produtor.

Nas exportações, o resultado é mais expressivo, com o registro de um crescimento de 600% na receita com os embarques de cafés especiais desde a implantação do projeto, que chegou a US$ 1,6 bilhão em 2018, mas já tendo se aproximado da casa dos US$ 2,5 bilhões (o desempenho do ano passado foi afetado pela queda internacional nos preços). Além disso, o número de países-destino das exportações de nossos produtos se aproxima de 100 e cerca de 200 empresas já foram apoiadas pelo projeto "Brazil. The Coffee Nation".

CONSEQUÊNCIA INTERNA
Reconhecidamente, o mercado externo demanda um grau superior de disciplina para se ter penetração e, como consequência das bem-sucedidas atividades do "Brazil. The Coffee Nation" na promoção dos cafés especiais brasileiros no exterior, as empresas nacionais que integram o projeto se disciplinaram um pouco mais, elevando sua eficácia na produção e, por conseguinte, no mercado interno.

Conforme estudo encomendado pela BSCA junto a Euromonitor International, de 2012 a 2018 houve crescimento anual de 21% no consumo específico dos cafés especiais, que chegou ao equivalente a 705 mil sacas. Nesse mesmo período, em valores, o avanço médio foi de 23% ao ano, com a movimentação, no varejo, de R$ 2,636 bilhões no ano passado.

É notório, portanto, que o projeto desempenha seu papel de mostrar ao mundo que o Brasil é e por que é a Nação do Café. Temos três pilares. Um do segmento produtor, pessoas que trabalham com caráter mais individual. O segundo é a BSCA, que organiza e reúne essas ações individuais e realiza o trabalho em prol daquilo que as pessoas produzem e apresenta ao Brasil e ao mundo. Necessitávamos de algum suporte para isso tudo, uma sustentação para voos maiores, e foi aí que a Apex-Brasil chegou como o terceiro pilar, fornecendo a estrutura para a ampliação de mercado.

MERCADOS-ALVO
A vigência da fase atual do "Brazil. The Coffee Nation" vai até o final de maio de 2020. Além da atenção específica aos mercados asiáticos, principalmente a China, o projeto também possui como mercados-alvo: (i) Alemanha, Austrália, Canadá, Estados Unidos, Itália, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Rússia, Taiwan (Formosa) e Turquia para os cafés crus especiais; e (ii) Argentina e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem.

As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

* Vanusia Nogueira é diretora da BSCA



Website: http://brazilcoffeenation.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade