PUBLICIDADE

Desperdícios nos hospitais aumenta o preço da assistência médica

Em 2020, os hospitais privados foram financeiramente impactados pela pandemia da Covid-19. Em entrevista, Leonardo Pereira, Gerente Comercial da Bioxxi explica que o hospital pode reduzir custos com uma melhor gestão da central de material esterilizado.

2 jun 2021 17h27
ver comentários
Publicidade

De acordo com o estudo publicado pela Guidehouse, os hospitais gastam 25,7 milhões de dólares com suprimentos por ano. O estudo concluiu que 12,1 milhões de dólares poderiam ser economizados - estudo feito em 2.127 hospitais nos Estados Unidos.

Foto: Canva Pro / DINO

Segundo dados da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), de 2019 para 2020 houve um aumento de 6,2% na receita líquida e um aumento de 19,7% na despesa total (média dos hospitais Anahp).

Durante a crise da Covid-19, o setor privado precisou aumentar a eficiência e diminuir custos. O custo com suprimentos pode ser reduzido ao realizar a reutilização dos materiais médico-hospitalares. O reprocessamento de materiais para a saúde é um forte aliado dos hospitais na economia de custos.

"A Bioxxi Esterilização tem ajudado a reduzir, em média, 20% dos custos operacionais da central de material e esterilização (CME). Ao aplicar o nosso modelo de gestão, conseguimos economizar ao alocar corretamente os recursos e através de indicadores de processo. Outro ponto importante é que quando o hospital terceiriza a gestão da CME, o custo deixa de ser variável e passa a ser fixo. Isso deixa o hospital com uma boa previsibilidade orçamentária", afirma Leonardo Pereira, Gerente Comercial da Bioxxi.

A Bioxxi possui uma unidade de esterilização externa de produtos termossensíveis. Esses materiais seriam descartados, mas após o reprocessamento, podem ser reutilizados com total segurança pelo hospital.

A estimativa para o mercado de reprocessamento é de crescimento, segundo o estudo publicado no Grand View Research, o mercado mundial de dispositivos médicos reprocessados deve alcançar US$ 5 bilhões até 2022.

O hospital pode reduzir o seu custo ao reutilizar os artigos médicos. A Bioxxi, ao reprocessar um artigo médico que seria descartado, ajuda o hospital a evitar o desperdício e gerar uma economia com suprimentos. Os hospitais, pacientes e o meio ambiente são beneficiados com a prática do reprocessameto.

Todo esse cenário revela uma grande oportunidade não só para empresas de esterilização, mas também para hospitais que precisam reduzir custos.



Website: https://bioxxi.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade