PUBLICIDADE

CPI da Covid ouve Natalia Pasternak e Claudio Maierovitch

Os depoimentos ocorrem um dia após o presidente Bolsonaro afirmar que pediu ao ministro da Saúde um parecer para desobrigar o uso de máscara por quem já foi vacinado ou quem já se infectou com o coronavírus

11 jun 2021 08h16
| atualizado às 08h57
ver comentários
Publicidade

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid recebe nesta sexta-feira, 11, a microbiologista Natalia Pasternak e o médico sanitarista Claudio Maierovitch para falar sobre políticas públicas eficientes e ineficientes no combate à pandemia. A sessão está marcada para começar às 9h.

Ambos são favoráveis a ações de enfrentamento da pandemia com base em evidências científicas, como o uso de máscaras, imunização e adoção do distanciamento social. A vinda de Pasternak e Maierovitch atende a requerimentos aprovados dos senadores Renan Calheiros (MDB-AL), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Humberto Costa (PT-PE) e Marcos do Val (Podemos-ES) — este último, apenas no caso da microbiologista.

O médico sanitarista Maierovitch e a microbiologista Natalia Pasternak.
O médico sanitarista Maierovitch e a microbiologista Natalia Pasternak.
Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil e Gute Garbelotto/CMSP / Estadão

O depoimento dos cientistas ocorre um dia após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer para desobrigar o uso de máscara por quem já foi vacinado contra a covid ou quem já se infectou com o coronavírus. A medida sugerida pelo presidente é contrária a orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Veja quem são os depoentes:

Natalia Pasternak é formada em ciências biológicas pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP). Também é PhD com pós-doutorado em microbiologia na área de genética molecular de bactérias pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP (ICB-USP). Atualmente, é diretora-presidente do Instituto Questão de Ciência. No ano passado, a microbiologista tornou-se membro do Committee for Skeptical Inquiry (EUA). A convite da ONU, integra a Equipe Halo, um time de cientistas que promove esclarecimentos sobre vacinas no TikTok.

Cláudio Maierovitch é médico sanitarista, especialista em políticas públicas e gestão governamental e mestre em medicina preventiva e social. Também coordena o Núcleo de Epidemiologia e Vigilância em Saúde da Fiocruz Brasília. Foi presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de 2003 a 2008 e diretor de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde (entre 2011 e 2016).

Estadão
Publicidade
Publicidade